Arquivo de abril de 2009

Telefones para uma viagem tranquila

quinta-feira, 30 de abril de 2009

Para uma viagem mais tranquila e segura, tenha sempre em mãos os telefones da concessionária da rodovia que você pegará:

Obs: Números das estradas de São Paulo;

Concessionárias de Rodovias Estaduais:

AutoBan - Atendimento ao usuário: 0800-555550estrada-dirigindo
Autovias - Serviço ao usuário: 0800-183363
CentroVias - Serviço ao usuário: 0800-178998
Colinas - Serviço ao usuário: 0800-7035080

Dersa - Desenvolvimento Rodoviário S/A - Serviço ao usuário: 0800-555510

Ecovias dos Imigrantes - Serviço ao usuário: 0800-197878
Intervias - Serviço ao usuário: 0800-7071414

Renovias - Serviço ao usuário: 0800-559696
SPVias - Serviço ao usuário: 0800-7035030
Tebe - Serviço ao usuário: 0800-551167

Triângulo do Sol - Serviço ao usuário: 0800-7011609

Via Norte - Serviço ao usuário: 0800-7013070
Viaoeste - Serviço ao usuário: 0800-7015555

Rodovias Federais:

DNIT - Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes
Polícia Rodoviária Federal
Tels.: (11) 6955-4700 / 6954-4555 / 6954-2049 / 6954-1814 (Plantão)
Concessionárias de Rodovias Federais:

NovaDutra - Serviço ao usuário: 0800-173536

Do Rio de Janeiro:

Concessionárias de Rodovias Estaduais:

Via Lagos - Serviço ao usuário: 0800-7020124
Tel.: (21) 2734-4141

Rota 116 - Serviço ao usuário: 0800-2820116
Tel: (22) 2521-0116

Dicas para economizar combustível

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Vale a pena descer a ladeira com o carro em ponto morto? E andar com o ar condicionado ligado aumenta ou diminui o consumo de combustível? Muita gente ainda desconhece o que pode prejudicar o consumo do veículo.

Acelerar muito e andar com pneus fora da calibragem são alguns dos fatores que interferem no consumo.

Segundo estudo, andar com libras a menos, aumenta a superfície de contato do pneu com o chão. Como a aderência é maior, você sempre vai ter que acelerar um pouquinho mais.

È meio óbvio, mas acelerar muito aumenta o consumo de combustível. Nos lugares onde tem um sinal em cada esquina, é melhor tentar controlar esta aceleração.

Andar na descida em ponto morto, ao contrário do que se pensa, não é a melhor solução para economizar combustível. Se o carro não está abastecimentoengrenado, o motor continua funcionando na marcha lenta. Você estará gastando o combustível de marcha lenta.

Quando se está engrenado sem acelerar, o sistema corta o combustível por completo.

Outra dica é andar sempre na marcha certa. Isto varia de carro para carro.

Manter o ar condicionado ligado em temperatura média gasta 20% a menos de combustível do que deixá-lo permanentemente na máxima. Para manter aquela temperatura muito baixa, o compressor está sempre consumindo combustível do carro.

Andar com alguns quilos a mais dentro do porta-malas também pode pesar na conta do combustível. Dez quilos já são suficientes pra fazer cair mais rápido o ponteiro do combustível.

Fonte: G1

Volvo faz recall do S80 2007 e do XC70 2008

terça-feira, 28 de abril de 2009

volvo

 A divisão Volvo Automóveis da Ford Motor Company Brasil convocou nesta segunda (27) proprietários dos modelos Volvo S80 2007 e XC70 2008 a entrar em contato com um distribuidor da marca para atualização do software do módulo eletrônico central.

Existe a possibilidade de acionamento involuntário ou não acionamento dos limpadores de parabrisa ao comando do motorista, em razão de divergência no software do módulo eletrônico central.

Segundo comunicado, o funcionamento incorreto dos limpadores de parabrisa acarreta problemas de visibilidade que, se for comprometida, pode causar acidentes.

Para que isso não ocorra é necessário que seja feita a atualização do software do módulo eletrônico central.

No total estão envolvidas 53 unidades (46 do S80 e 7 do XC70). O agendamento do serviço pode ser feito pelo tel. (0800) 707-7590. O site da empresa é www.volvocars.com.br.

 Fonte: Interpress

Os modelos mais e menos verdes

segunda-feira, 27 de abril de 2009

O Greener Cars, organização sem fins lucrativos que faz parte do American Council for an Energy Efficient Economy (conselho americano para uma poluicaoeconomia eficiente de energia), sediado em Washington (EUA), listou os 12 carros mais e menos verdes (melhores e piores carros para o meio-ambiente de 2008.

A entidade tem como missão divulgar e estudar formas de proteger o meio ambiente.

Mais verdes:

Honda Civic GX 1.8
Toyota Prius 1.5
Honda Civic Hybrid 1.3
Smart Fortwo Convertible / Coupe 1.0
Toyota Yaris 1.5
Nissan Altima Hybrid 2.5
Toyota Corolla 1.8
Mini Cooper / Clubman 1.6
Ford Focus 2.0
Toyota Camry Hybrid 2.4
Honda Civic 1.8
Honda Fit 1.5

Menos verdes:

Volkswagen Touareg 5.0
Bugatti Veyron 8.0
Mercedes-Benz Gl320 CDI 3.0
Jeep Grand Cherokee 3.0
Mercedes-Benz R320 CDI 3.0
Lamborghini Murcielago/ Murcielago Roadster 6.5
Mercedes-Benz Ml320 CDI 3.0
Mercedes-Benz G55 AMG 5.4
Hummer H2 6.0
GMC Yukon 2500 6.0
Bentley Azure 6.7
Bentley Arnage 6.7

Fonte: Icarro

Lubrificação do motor

sexta-feira, 24 de abril de 2009

A lubrificação é vital para a saúde do motor e qualquer deficiência pode comprometer sua vida útil.

Como parte essencial da mecânica de um automóvel, a lubrificação enfrenta dois momentos críticos. O primeiro deles é a partida a frio. O segundo é o funcionamento em baixas rotações.

Nessas circunstâncias, mas principalmente na partida a frio, a bomba de óleo tem dificuldade para lubrificar de forma adequada todas as partes móveis do motor. Com o propulsor frio, o óleo ainda está totalmente depositado no cárter e muito espesso, o que dificulta sua circulação imediata por todo motor.

Já em baixas rotações, o sistema trabalha com baixa pressão, uma vez que a bomba é acionada pelo funcionamento do motor. Desse modo, a lubrificação também fica comprometidaA tecnologia, enfim, pensou em uma forma de melhorar esses momentos críticos e a solução encontrada foi a adoção de uma segunda bomba de óleo, agora acionada eletricamente.

Contudo, essa inovação não pretende provocar uma revolução na engenharia dos motores, e também não vai aposentar a tradicional bomba de óleo. Essa segunda bomba funciona quando a ignição é ligada, ou seja, basta o motorista girar a chave de contato.

Feito isso, o óleo é distribuído pelo motor em um piscar de olhos. Essa agilidade impede que o motor gire sem estar lubrificado, o que minimiza o atrito e, em conseqüência, o desgaste prematuro.

A ideia não deixa de ser simples, mas foi preciso uma evolução no gerenciamento de motores para conseguir viabilizar a instalação dessa bomba adicional.

Graças à inteligência da central eletrônica do motor, que a cada dia passa a ser maior, essa bomba funciona por meio dos comandos da centralina, que gerencia não só o funcionamento da bomba elétrica, mas também sua vazão.
Outra grande vantagem dessa nova tecnologia é que a bomba tradicional pode ser de tamanho menor, o que vai melhorar o rendimento do motor, pois exigirá menor esforço mecânico.

Também não se pode esquecer de citar o próprio lubrificante, que ao sofrer menos fadiga terá sua vida prolongada.

De uma forma geral, a lubrificação inteligente vai ajudar especialmente os motores de menor capacidade cúbica, nos quais a necessidade de desempenho é sempre mais crítica.

Um motor bem lubrificado terá vida longa, além de assegurar um funcionamento mais adequado e proporcionar mais rendimento, também vai permitir uma melhoria no consumo de combustível.

Fonte: G1