Troca de velas

O papel das velas é produzir faíscas elétricas geradas pelos eletrodos dispostos em suas extremidades.

Essas faíscas são as responsáveis pela queima da mistura oxigênio-combustível, que gera a energia necessária para o trabalho do motor e, conseqüentemente, para a movimentação do veículo.

Dificuldades na partida, falhas nas acelerações e retomadas, aumento do consumo de combustível e perda de potência podem ser alguns dos sintomas que indicam que é hora de trocar o conjunto de velas de ignição.

Vários fatores podem contribuir para o desgaste das velas. Os mais comuns são os combustíveis de procedência duvidosa ou adulterados, que encurtam a vida útil desses componentes e podem provocar, entre outros problemas, superaquecimento das peças e carbonização dos eletrodos.

Outros fatores também contribuem para a perda de eficiência das velas, como filtros de ar e combustível sujos ou válvulas injetoras com problemas de funcionamento. Esses problemas podem ocasionar um aumento do consumo de combustível e do nível de emissão de poluentes, além de gerar falhas no sistema de ignição.

Consulte o manual do fabricante do veículo ou a tabela de aplicação disponível nos canais de vendas, para verificar qual é a vela de ignição correta para o motor daquele veículo.

Fonte: Uol

Tags: , , , , ,

3 comentários para “Troca de velas”

  1. Obrigada pela informação, muito bom o site

  2. Carlos José disse:

    As velas devem ser trocadas de acordo com o fabricante e o manual

  3. ronaldo disse:

    POSSUO UM VEÍCULO DA MARCA VW, MODELO GOL 1000I, ANO 95, E GOSTARIA DE SABER SE POSSO USAR VELAS DE IGNIÇÃO QUE CONTENHA MAIS DE 1 ELETRODO, E SE PUDER USAR, QUAL A VANTAGEM PARA O FUNCIONAMENTO DO MOTOR DO MEU VEÍCULO. O COMBUSTÍVEL DELE É GASOLINA, NÃO POSSUI GNV.

Deixe um comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.