Motorista encontra dificuldade para registrar veículo onde o IPVA é menor

Velho conhecido dos brasileiros o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) varia seu custo de acordo com o local onde o carro é registrado, por conta disso os motoristas procuravam “burlar” as altas taxasipvacnh registrando o veículo em um lugar onde o imposto era mais em conta. O governo tem apertado a fiscalização para obrigar os motoristas a registrar veículos nos estados onde eles rodam.

Dono de mais de 60% da frota do país, São Paulo é o local onde a alíquota do IPVA é uma das mais caras do país, chegando a custar 4% em cima do valor do veículo. Para não perder está mordida, desde 2006 a Secretaria de Fazenda paulista atua para identificar automóveis que rodam no estado, mas estão licenciados em outras unidades federativas.

E eles não são poucos. Segundo a secretaria de SP circulam na cidade cerca de 130.000 veículos irregulares. Com a fiscalização intensificada, quem estiver irregular ou usar desta artimanha para pagar menos é bom começar a ficar mais ligado.

Se a infração for comprovada, o condutor terá de arcar com multas que correspondem ao valor do IPVA do automóvel, além de ter de pagar o próprio tributo do ano corrente. Ou seja, um belo prejuízo. Portanto antes de tentar usar esta “artimanha”, pense direito porque as vezes o barato pode sair muito caro.

Fonte: Exame

Tags: , , , , ,

Deixe um comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.