Fábrica de carros elétricos no Brasil

O Brasil está prestes a ingressar no grupo de países que irão investir em carros elétricos, não propriamente o país e sim o homem mais rico, Eike Batista. Considerado pela revista Forbes o oitavo homem mais rico do mundo, Eike pretende abrir uma unidade fabril em São João da Barra no Norte do Rio de Janeiro.

O investimento pretendido é de 1 bilhão de dólares, e Eike acredita que a produção irá chegar a 8 milhões de unidades por ano em um período de 10 anos. A produção deve se iniciar em até 4 anos, e inicialmente serão fabricados 100 mil veículos. Desses veículos metade serão movidos por baterias elétricas, com tecnologia japonesa e européia.

Com o intuito de Eike, de ver os carros circulando até 2014, a ajuda do BNDES não foi dispensada. “Eles financiam a Mercedes e a Volkswagen. Por que não financiar uma empresa nacional?”, indaga Eike Batista. A sinergia com o Porto do Açu e com as fábricas que estão se instalando na região vão facilitar a implantação do empreendimento.

Tags: , , ,

6 comentários para “Fábrica de carros elétricos no Brasil”

  1. Ana Luana disse:

    Excelente matéria!

  2. ramon disse:

    eu já tinha visto essa noticia , no futuro provavelmente teremos carros eletrico com piloto automatico( assim como os carros da google)

  3. Afonso M.S. Cruz disse:

    O Brasil precisa de muitos empreendedores como o Eike Batista para criar produtos nacionais de alta tecnologias em todas as áreas, se sonhamos um dia ser uma potencia mundial.

  4. Vinícius disse:

    Fico feliz em saber que tem gente interessada em melhorar o ar que respiramos acabando com os carros a combustível fóssil e substituindo por carros elétricos. Mas a minha dúvida é: será que o governo vai gostar de parar mamar uma fortuna de impostos cobrados na gasolina e no álcool? Será que o governo tem realmente interesse no carro elétrico? De onde ele vai tirar a fortuna igual ou parecida a que arrecada com a gasolina e alcool? A luz que vejo no final do túnel é um aumento gritante no preço da energia elétrica fornecida nos postos de reabastecimento. No final da novela, o consumidor vai ter saudades do carro a gasolina. Se não for assim, não é Brasil.

  5. Vinícius disse:

    Vamos ver se a Petrobras permitirá que isto aconteça. Afinal, ela vende aos brasileiros uns dos combustíveis mais caros do mundo. E como o governo fará para cobrar os altíssimos impostos se o combustível será eletricidade? Ou muda o governo, ou o carro não emplaca.

  6. Augusto David B. de Araújo disse:

    Essa novidade e um avanço muito importante para a economia pessoal e global ao mesmo tempo, diminuindo assim a poluição e dando escolha de carro e tipo de combustível de uso pessoal.
    Eu quero ter a chance de poder ter um carro elétrico até para caráter de quebra de tabu para aqueles que tem receio.

    Manaus - amazonas.

Deixe um comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.