Saiba quais são as 10 rodovias federais mais perigosas do país

04-12-2012-1

Baseado em dados do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (DNIT) e do Departamento de Polícia Rodoviária Federal (DPRF), 8.516 mortes foram registradas nas rodovias federais do Brasil, em 2010. O número foi 15,4% maior em relação ao do ano anterior.

Outro levantamento aponta em quais rodovias houve o maior número de acidentes fatais. As regiões Sul e Sudeste dominam esse trágico ranking. Os motivos são diversos: péssima qualidade do asfalto, imprudência dos motoristas e falta de fiscalização e sinalização, por exemplo.

Só no trecho mineiro da BR-381, 116 acidentes fatais foram registrados em um ano. Uma terrível média de 25 mortes a cada 100 km de rodovia. Dos 116 acidentes fatais, 111 ocorreram no trecho da saída de Minas em direção a Vitória. Um desagradável trajeto sem pista duplicada, lotada de caminhões e com mais de 200 curvas.

Há algum tempo publicamos aqui no blog que mudanças na segurança automotiva ainda são motivadas por tragédias. Será que esses dados são alarmantes o bastante?

Confira quais rodovias foram listadas:

1. BR – 381 MINAS GERAIS - 116 ACIDENTES FATAIS;

2. BR – 101 ESPÍRITO SANTO - 94 ACIDENTES FATAIS;

3. BR – 040 MINAS GERAIS - 75 ACIDENTES FATAIS;

4. BR – 101 PERNAMBUCO - 73 ACIDENTES FATAIS;

5. BR – 470 SANTA CATARINA - 63 ACIDENTES FATAIS;

6. BR – 101 SANTA CATARINA - 61 ACIDENTES FATAIS;

7. BR – 153 GOIÂNIA - 50 ACIDENTES FATAIS;

8. BR – 116 RIO GRANDE DO SUL - 48 ACIDENTES FATAIS;

9. BR – 116 CEARÁ - 46 ACIDENTES FATAIS;

10. BR – 282 SANTA CATARINA - 42 ACIDENTES FATAIS.

Tags: ,

Deixe um comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.