Tapetes automotivos merecem atenção

dir

Normalmente escolhidos exclusivamente pela beleza, os tapetes automotivos tem duas funções: proteger o assoalho do carro e, principalmente, evitar que o pé do condutor escorregue. Um tapete ruim pode incomodar e até ser perigoso.

Na hora de escolher um tapete, antes de tudo, coloque-o no seu carro e sente à direção. Mova os pés, pise nos pedais, troque de pedais com o pé direito. O tapete não pode atrapalhar nenhum desses movimentos, caso isso acontece, não gaste seu dinheiro.

Existem três tipos de tapetes no mercado, segundo a PROTESTE (organização de defesa do consumidor):

- Genuíno: quando um fabricante recebe autorização de uma montadora para produzir os tapetes. Nesse caso, a peça é submetida a um rigoroso controle de qualidade.

- Original: quando a própria montadora fabrica o tapete. Eles não passam pelos controles de qualidade nos genuínos.

- Paralelos: fabricantes que não tem vínculo oficial com nenhuma montadora. Todo tipo de qualidade pode ser encontrada aqui.

Outra dica importante: aqueles tapetes de alumínio que fizeram sucesso no começo da década passada são proibidos. Mesmo protegendo o assoalho como nenhum outro, sua rigidez pode transforma-lo numa verdadeira arma em caso de acidente.

Então confira lá seu tapete: se ele estiver, de alguma forma, incomodando seus pés ou atrapalhando o curso de algum pedal, livre-se dele imediatamente, por mais lindo que seja. E procure um produto compatível com seu veículo.

Tags:

Deixe um comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.