BMW Brasil só entregará carros em 2015, mas já conta com polêmica

10-05-2013-1

A BMW do Brasil declarou que fará “BMW de verdade” na fábrica de Santa Catarina. Mas para isso terá que contar com tecnologia estrangeira.

A fábrica nacional só passará a entregar carros em 2015 e o uso de tecnologia importada tem gerado alguma polêmica. De fato, essa polêmica é mais baseada num sentimento ufanista do que em argumentos plausíveis. O que a BMW quer evitar é fazer aqui que a Audi fez no começo do século, ao produzir o A3 no Brasil na fábrica conjunta da VW.

A bem da verdade, o A3 nacional era um Golf com a visual de Audi. A BMW não quer fazer um carro modificado para o mercado brasileiro, por isso o título “BMW de verdade” e o uso de tecnologia estrangeira. “Uma coisa é fazer carros populares ou carros de um certo patamar, outra coisa é fazer um carro premium da BMW. O Brasil tem fornecedores de ponta instalados, mas teremos de trazer outros para atender demandas nossas e de nossos consumidores”, afirmou Torben Karasek , chefe-geral da marca no Brasil.

Quando questionado o que não teria como ser feito no Brasil, ele não teve papas na língua ao responder: “Olhe para os faróis de LED, olhe para a tela widescreen de 10 polegadas, que sincroniza funções de computador de bordo, som e internet, veja o conforto dos bancos, o padrão do acabamento desta porta. O consumidor brasileiro quer este tipo de qualidade ao comprar um BMW e não vai querer saber se ele é feito aqui ou na Alemanha, assim, nossa missão é fazer e entregar um BMW de verdade”.

É bem provável que o primeiro modelo feito por aqui seja da séria 1, série 3 ou X1 e ainda algo da vertente MINI como algum segundo passo. Mas ainda nenhuma pista foi dada a respeito.

Tags: ,

Deixe um comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.