5 maiores mitos da manutenção automotiva

07-08-2013-1

Todos que tem um veículo devem se preocupar com cuidados gerais, pelo bem do carro e do bolso. Porém alguns cuidados são inúteis e desnecessários, pois não trazem benefício nem evitam malefício algum.

Hoje listaremos os cinco principais mitos da manutenção automotiva.

1. É preciso aquecer o carro. Foi-se o tempo em que um carro precisava ser ligado minutos antes de rodar para esquentar. Há pelo menos dez anos, os veículos têm sistema de gerenciamento eletrônico. Em dias muito frios (mas muito mesmo), o máximo que será necessário é pisar no pedal de acelerador umas duas vezes antes de sair com o carro.

2. Descer desengatado economiza combustível. Mesmo sem ser seguro, a tal “banguela” poderia fazer algum sentido em carros carburados, mas com sistema de injeção eletrônica é melhor usar o freio motor (deixar o carro engatado mesmo sem acelerar). Isso porque o sistema eletrônico irá entender que não precisa injetar mais combustível no tanque e, além do mais, você não gasta a toa os freios do carro. Portanto, freio motor, sim; banguela, não.

3. É normal velas falharem. Não! Não é normal falhar nenhuma peça. Acontece que as velas, como quase todos os equipamentos do veículo, tem vida útil e devem ser trocadas após certo tempo de uso. Consulte o manual do proprietário de seu veículo e não deixe de fazer a troca antes de as velas falharem de vez.

4. Motor flex “vicia” se usar muito um tipo só de combustível. Esquece isso. Já abordamos o tema outras vezes, mas um motor bicombustível recebe da mesma maneira gasolina ou álcool. O que pode acontecer é que em carros com regulamentação eletrônica (como os da GM, por exemplo), você precise de alguns poucos quilômetros antes de desligar o motor caso tenha feito uma troca brusca de combustível. Mas nada de “viciar” o carro, isso não existe.

5. O gás do sistema de ar condicionado acaba com o uso. Só se o sistema estiver com problemas sérios. O gás do ar condicionado não é expelido quando está em uso, só se tiver algum tipo de vazamento. Esse gás, inclusive, não precisa ser reposto ou completo, nunca vence, nem fica velho e nem perde a eficiência jamais. A menos, como dito antes, se o sistema apresentar algum problema, aí a solução é buscar um profissional.

Gostou das dicas? Fique ligado que amanhã comentaremos cinco grandes verdades sobre manutenção.

Tags: ,

Deixe um comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.