Por que o carro consome mais na cidade do que na estrada?

15-08-2013-1

Todos sabem isso, qualquer carro faz consumo melhor na estrada se comparado à cidade. Os motivos, muitos podem imaginar.

Ao trafegar na estrada, o motorista encontra menos curvas e praticamente nenhum semáforo (apenas em algumas rodovias com trecho urbano). O “para e anda” é muito menor, mesmo em situações críticas como ano novo e carnaval, quando o volume de carros é gigante.

Mesmo nessas situações, não dá nem pra comparar com o trânsito diário de uma cidade e com as inúmeras paradas que os cruzamentos exigem (mesmo aqueles que não têm semáforo).

Outro detalhe é que na estrada é possível manter uma marcha alta (quinta ou sexta, dependendo do modelo). As marchas menos são mais fortes e, consequentemente, mais gastonas (basta notar como a rotação sobe rápido em primeira marcha e devagar em quinta).

Por isso que mesmo quando não se enfrenta trânsito lento na cidade, o consumo tende a ser maior, pois a cidade exige que o veículo trafegue em marchas mais baixas.

Andar em linha reta também economiza combustível. Aí a questão é a força que o motor faz pra “empurrar” um carro na curva. A força é maior porque é distribuída desigualmente entre as rodas, mas não pode deixar de manter a velocidade do veículo.

Portanto, é impossível fazer na cidade o consumo que se tem nas estradas, mas ao evitar caminhos com muitas curvas e semáforos, é possível ter alguma economia. O caminho mais curto não é necessariamente o mais econômico.

Tags: , , ,

Deixe um comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.