Você conhece todos os tipos de ar-condicionado veicular existentes?

dirigindosex

Se antigamente o ar-condicionado veicular era artigo de luxo, hoje ele virou quase item obrigatório. Consumindo menos combustível e potência que outrora (mas ainda “bebendo” mais), é possível e comum carro com motores 1.0 possuírem esse sistema.

Mas a evolução dos ares-condicionados trouxe mudanças, claro. O antes “on/off” hoje dá lugar a vários tipos de controle de temperatura, automatizações e etc. Mas você sabe como funciona cada um deles? Vamos explicar.

Antes, podemos classificá-los em duas frentes: por funcionamento e por número de zonas. A primeira diz se o sistema é automático ou manual e a segunda diz quantas saídas independentes o sistema possui.

Primeiramente, o carro pode ter um ar manual, digital ou digital-automático. O que chamamos de manual nada mais é que o sistema analógico, em que a temperatura não é definida com precisão, apenas por aproximação. Normalmente, funciona girando um botão numa escala de mais frio (azul) para mais quente (vermelho).

O digital tem a vantagem de escolher exatamente a temperatura desejada e, em geral, vai de 17° a perto dos 28° (dependendo do modelo). Porém, ao contrário do que se pensa, esse sistema não consegue manter a temperatura constante na cabine porque o fluxo de ar não é variável.

O digital-automático tem essa vantagem. Ele funciona igual ao digital normal, mas através de sensores, mantém a temperatura escolhida dentro do carro com variações do fluxo de ar.

Definido o funcionamento, vamos às zonas. A maioria dos veículos conta com ar-condicionado “normal”, ou seja, de uma zona. Isso quer dizer que existe uma temperatura e fluxo de ar escolhidos para o interior do veículo.

Duas zonas são aqueles que motoristas e caronas têm temperaturas independentes. Quando, nesses casos, houver saída extra para o banco traseiro, esta não pode ser regulada.

Aí entra em cena o ar de três zonas. Tem um ajuste de temperatura extra e independente para o banco traseiro. E o de quatro zonas? São aqueles que equipam os carros mais luxuosos e tem temperaturas e saídas independentes para motorista, carona, passageiro atrás do motorista e passageiro atrás do carona.

Não me recordo de nenhum caso com múltiplas zonas que o sistema seja analógico.

Não se esqueça de manter as tubulações do ar sempre limpas, fazer as manutenções necessárias e bom proveito.

Tags: ,

Deixe um comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.