Buracos

Ruas e estradas, tirando raras exceções, estão cada vez mais esburacadas, aumentando o risco de danificar os pneus e componentes da suspensão.

Para evitar os buracos dirija com uma boa distância do carro da frente e com muita cautela, mas se por acaso for pego por algum desses buracos, a saída é procurar uma boa oficina.

O custo dos danos causados por buracos vária muito dependendo do carro e do estrago, pode custar de R$ 80, que é um valor aproximado de um pneu para carros populares, até R$300, sendo necessário a troca da bandeja, braço de suspensão, molas e buchas.

Se o estrago for causado pelo buraco e não pelo desgaste normal das peças da suspensão, o seguro pode ser acionado.

Segue algumas dicas:

- Nunca pise no freio sobre um buraco, pisando, 70% do peso do carro é transferido para frente, podendo causar danos graves à suspensão dianteira.

- Não passe em poças d´agua em alta velocidade. Elas podem esconder verdadeiras crateras.

- Calibre os pneus semanalmente e com os pneus frios. Pneus vazios facilitam a formação de bolhas e rasgos

- Pressionar com força os cantos da carroceria para testar os amortecedores. O carro oscilando mais de uma vez e meia, vale verificar a necessidade de substituí-los.

- Se as molas estão desgastadas entre os elos é sinal de desgaste excessivo.

- Substitua as molas a cada 50 mil quilômetros.

- Faça alinhamento e balanceamento a cada 10 mil quilômetros, ou se as rodas e suspensão foram danificadas por batidas e riscos profundos.

Fonte: Uol

Tags: , , , ,

2 comentários para “Buracos”

  1. Sim, o problema é grave.

    Agora, imagine quem gerencia uma frota de caminhões ter que prever todos esses problemas além do usual? Lá no Sexta Marcha chegamos a comentar esse assunto neste post: http://www.sextamarcha.com.br/?p=89

    Indepentende disso, o que seu post mostra muito bem é que não basta a gente fazer o nosso. Tem que previr esses problemas que seriam de supervisão do Estado. Isso é característica de bons gestores e bons motoristas: fazer mais do que a nossa obrigação.

    Concorda?

  2. Cezar disse:

    Comentário do editor:

    Tiago,
    Concordo que os governantes que são responsáveis por deixar as ruas e estradas sem buracos, mas como parece está longe disso acontecer, é melhor prevenir do que remediar.

    Obrigado pelo comentário!

    Cézar.

Deixe um comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.