Posts com a Tag ‘10 vezes’

Lei não garante estacionamento gratuito em shopping

sexta-feira, 17 de abril de 2009

Está circulando pela internet um e-mail com o título “A nota fiscal é o seu documento”, que vem gerando confusão entre consumidores.

A mensagem informa, incorretamente, que uma lei estadual obriga os shopping centers e hipermercados a darem gratuidade para clientes que tenham gasto mais de 10 vezes o valor do estacionamento.

Isso significa que, caso o valor seja de R$ 3, bastariam compras no valor de R$ 30 para que o consumidor fosse isentado da taxa.Estacionamento Shopping

A lei que está tramitando em São Paulo:
PROJETO DE LEI No 454 Ano: 2007

“Dispõe sobre a cobrança de permanência de veículos em estacionamento nos shopping centers, hipermercados e congêneres e dá outras providências.

Art. 1º. Ficam dispensados do pagamento referente ao uso de estacionamento em shopping centers, hipermercados e congêneres instalados no município de São Paulo, os clientes que comprovarem despesa correspondente a pelo menos dez vezes o valor da referida cobrança.

Parágrafo único A gratuidade a que se refere o caput só será efetivada mediante a apresentação de notas fiscais que sejam datadas do dia no qual o cliente faz o pleito à gratuidade.

Art. 2º. O período de permanência do veículo no estacionamento dos estabelecimentos citados no Artigo 1º, por até quinze minutos, deve ser gratuito.

Art. 3º. O benefício previsto nesta Lei só poderá ser concedido ao cliente que permanecer por, no máximo, 4 (quatro) horas no interior do shopping centers, hipermercados ou congêneres.

§ 1º. O tempo de permanência do veículo, deverá ser comprovado através da emissão de um documento quando de sua entrada no estacionamento.

§ 2º. Caso o cliente ultrapasse o tempo previsto para a concessão da gratuidade prevista no artigo 3º, arcará com o valor excedente de acordo com a tabela de preços, normalmente utilizada pelo estabelecimento.

Art. 4º. Ficam os shopping centers hipermercados e congêneres obrigados a divulgar o conteúdo desta lei através da colocação de cartazes em suas dependências.

Art. 5º. Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação. Revogam-se as disposições em contrário.
Sala das Sessões, em 21 de junho de 2007. Às Comissões competentes.”

Fonte: Estado de São Paulo