Posts com a Tag ‘acessórios’

Mercado automotivo aposta em acessórios chamativos

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

05-12-2013-1

Desde o primeiro filme da franquia Velozes e Furiosos, o mundo automotivo recebeu um febre gigante de customização. Conhecida por tunning, a ideia era mudar absolutamente tudo que se tinha direito o automóvel, desde luz nen sob o carro até detalhes no painel e motor.

Se a febre do tunning extremo desapareceu até dentro da própria franquia, a ideia de customizar completa mais de uma década, reconfigurada, mas longe de estar morta.

Hoje, as montadoras já assumiram boa aprte de acessórios para customização, além de empresas especializadas para esse fim. Mais discretos (mas não muito) que antes, a personificação atinge todos os veículos.

Se antes estava na moda carros de cores berrantes como azul royal, verde limão e rosa shock, hoje o carro branco (estigmatizado como táxi) voltou às ruas. Mas se as cores gritantes não estão mais nas ruas como antes, veja uma listinha de acessórios que podem ser usados para personificação e chamar atenção onde passar. Todos eles já contam com versões oficiais em alguma montadora.

Capa para retrovisor externo: nas concessionárias da Mini, o acessório é instalado nos retrovisores externos. O serviço dura cerca de 30 minutos e os preços são sob consulta. Na Renault, um kit chamado “Look 5P” custa R$ 893 e inclui peças como capa de retrovisor colorida e frisos laterais.

Teto adesivado: Na Fiat, o item está disponível para o Uno. O aplique mais em conta para o teto do carro sai por R$ 184,02. Na Renault, um kit com adesivos para teto e capô custa R$ 352. Os carrinhos da Mini podem ser adesivados com a bandeira da Inglaterra no teto, a inscrição ‘Mini’, a clássica bandeira quadriculada de competições, ou ainda com a letra ‘H’, que remete a um heliporto.

Acabamento interno colorido: A Mini oferece opção de capa do painel de carbono ou com estampa de bandeira quadriculada. Na versão College do Uno, o interior do modelo tem cores azul e vermelha.

Maçaneta adesivada: Com motivos diversos. Comercializadas pela Renault, Fiat e Mini.

Cílios para faróis: eles poder ser pretos, coloridos, longos ou curvados. Queridinho das mulheres, são encontrados em sites de compra pela internet. A Land Rover já prepara uma versão limitada do Range Rover Evoque Sicilian Yellow que contará com cílios amarelos de fábrica.

E aí? Curte alguns desses detalhes no seu carro?

O calor e o ar-condicionado

terça-feira, 26 de novembro de 2013

26-11-2013-1

Esquentou. Se ainda não, acredite: vai. Não somos nós que dizemos isso, é o verão tropical chegando ao Brasil (ainda bem). E você vai continuar usando seu carro e, provavelmente, abusar do ar-condicionado. Então vamos dar umas dicas que podem ser valiosas.

Primeiramente, para o bem da saúde de todos os passageiros, é interessante que a temperatura interna do carro não esteja muito mais fria que do exterior. Algo como 15 graus de diferença pode trazer complicações em algumas pessoas.

Outra dica interessante é apontar as saídas de ar para as laterais e para o teto do carro e não para os passageiros. Como o ar frio desce e o quente sobre, a troca de calor vai tornar a temperatura do carro homogênea e não será tão agressivo para os naries e gargantas dos presentes.

Por falar nisso, a vontade de deixar a cisrculação interna ligada é grande. Ela fecha a entrada de ar externo e trabalhar apenas com o ar da cabine. Mesmo sendo uma boa para manter o carro mais frio e gastar menos combustível, é importante que de vez em quando a admissão externa seja aberta. Isso renova o ar, que tende a ficar muito seco e provocar crises alérgicas em passageiros.

De olho nisso, faça bom proveito do ar-condicionado e, principalmente, do verão.

Após Lei da Cadeirinha, número de óbitos infantis diminui no trânsito

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

17-10-2012-1

Segundo estudo divulgado nessa terça-feira, dia 16, no ano de implantação da “lei da Cadeirinha”, que reforça a segurança no transporte de crianças, o número de mortes de menores de 10 anos diminuiu consideravelmente.

Os dados levantados pela IPEA (Instituto de Pesquisa de Economia Aplicada) mostram que entre setembro de 2010 e agosto de 2011 (os primeiros 12 meses da lei em vigor) houve 227 óbitos desse tipo. Se pensarmos na média anual de óbitos nesse parâmetro contado desde 2005, a melhora foi de 15% (227 contra 268).

O IPEA também aponta que a maior parte dos acidentes fatais envolvem crianças com até 2 anos (32,1%) e ocorreram em finais de semana (42,5%). A pesquisa faz parte de uma campanha do governo federal chamado “Projeto Vida no Trânsito” e visa, através de conscientização, reduzir lesões, danos e mortes no trânsito de forma considerável.

A Lei da Cadeirinha exige o uso de dispositivos de segurança específicos para crianças de até oito anos. O desrespeito a essa lei garante sete pontos na carteira do condutor, multa de R$190 e apreensão do veículo.

O projeto governamental tem duração prevista até 2020, mas é importante manter esse tipo de iniciativa permanentemente.

Atenção no transito e segurança em primeiro lugar.

Eventos automotivos em São Paulo

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Este ano de 2010 promete ser especial para os apaixonados por carros. Este é ano de ver todas as novidades que as montadoras têm para indy2apresentar no Salão Internacional do Automóvel.

Mas os eventos não param por ai - para nossa sorte, afinal o Salão é somente no mês de Outubro!

Confira então o calendário de eventos ligados ao mundo do motor que serão agitarão a capital paulista:

Salão de Acessórios: de 12 a 16 de março, no Expo Center Norte
Fórmula Indy: 14 de março, no Anhembi
Motoboy Festival: 25 a 25 de março, no Centro de Exposições Imigrantes
Recaufair-Pneushow: 13 a 16 de abril, no Expo Center Norte
Automec Pesados e Comerciais: 27 de abril a 1º de maio, no Anhembi
Salão da Motocicleta: 20 a 24 de outubro, no Centro de Exposições Imigrantes
Salão Internacional do Automóvel: 28 de outubro a 7 de novembro, no Anhembi
Fórmula 1: 7 de novembro, em Interlagos

Fonte: Icarros.

Outras Dicas sobre carros

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Voltei com mais algumas dúvidas e outras dicas na hora de comprar e utilizar seu veículo.

Comprar um carro básico e instalar itens opcionais como ar condicionado e vidro/travas elétricas não vale a pena, pois o carro básico não é preparado para receber esses acessórios. Às vezes sobram buracos e o acabamento não fica correto.

Um exemplo é o ar condicionado, quando acontece a instalação posteriormente, pode ser feita alguma adaptação e ser colocada uma correia paralela, assim o carro sempre vai apresentar algum problema, como não carregar a bateria corretamente, barulhos estranhos, vazamentos, enfim, não sendo uma versão original.

Andar com o carro com o nível de combustível baixo no tanque não ocorre um maior risco de queimar a bomba de gasolina, mas deixar faltar combustível sim. Andando com o carro na reserva pode entupir os bicos injetores, conforme o ano do veículo também tende a acumular resíduos na parte de baixo do tanque, principalmente por uso de combustível de má qualidade, por isso sempre mantenha o filtro em dia.

O combustível mais barato não interfere na poluição, mas se o combustível for de má qualidade compromete o funcionamento do motor poluindo mais, pois muitas vezes a queima não ocorre com perfeição e isso aumenta a emissão de poluentes.

Quanto mais marchar o carro tiver, ele poderá ser mais econômico, mas em cidades com trânsito pesado não vai fazer diferença, o que faz diferença é o bom escalonamento das marchas.

O câmbio automático consome mais combustível que o câmbio mecânico porque na direção com o automático ocorre muito acelera e freia, mesmo sem trânsito, e o automático mantém em aceleração desnecessária. Para essa aceleração não ocorrer, quando sentir o giro do motor alto, alivie o pé do acelerador, que o câmbio automático troca de marcha. Aliviando a aceleração o consumo de combustível tende a diminuir.

 Fonte: G1