Posts com a Tag ‘adulterado’

Troca de velas

segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

O papel das velas é produzir faíscas elétricas geradas pelos eletrodos dispostos em suas extremidades.

Essas faíscas são as responsáveis pela queima da mistura oxigênio-combustível, que gera a energia necessária para o trabalho do motor e, conseqüentemente, para a movimentação do veículo.

Dificuldades na partida, falhas nas acelerações e retomadas, aumento do consumo de combustível e perda de potência podem ser alguns dos sintomas que indicam que é hora de trocar o conjunto de velas de ignição.

Vários fatores podem contribuir para o desgaste das velas. Os mais comuns são os combustíveis de procedência duvidosa ou adulterados, que encurtam a vida útil desses componentes e podem provocar, entre outros problemas, superaquecimento das peças e carbonização dos eletrodos.

Outros fatores também contribuem para a perda de eficiência das velas, como filtros de ar e combustível sujos ou válvulas injetoras com problemas de funcionamento. Esses problemas podem ocasionar um aumento do consumo de combustível e do nível de emissão de poluentes, além de gerar falhas no sistema de ignição.

Consulte o manual do fabricante do veículo ou a tabela de aplicação disponível nos canais de vendas, para verificar qual é a vela de ignição correta para o motor daquele veículo.

Fonte: Uol

Combustível adulterado

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Se seu carro anda gastando mais combustível que o normal, dando solavancos durante a aceleração e as partidas estão ficando difíceis, ele pode estar com combustível adulterado.

A adulteração é feita por meio da adição indevida de álcool, água ou solvente no combustível, e pode causar sérios danos ao veículo pois corrói e diminui a vida útil de peças do motor.

Se o seu carro estiver com problemas em função do combustível adulterado, leve diretamente a concessionária, faça uma revisão, para checar o sistema de injeção e as velas. Dependendo da gravidade é necessário retirar o combustível, limpar o tanque e substituir os filtros.

O consumidor tem direito de fazer o chamado “teste da proveta” nos postos para verificar o teor de álcool na gasolina. Em uma proveta de 100ml são colocados 50ml de gasolina e 50ml de cloreto de sódio na proporção 100g de sal para 1L de água. Depois de misturados e 15 minutos de repouso, o álcool se desprende da gasolina. É permitido que o volume de álcool atinja 25% do volume total da gasolina, ultrapassando esse limite, o combustível é adulterado.

Porém, sabemos que é complicado fazer essa verificação, mas com algumas precauções é possível poupar aborrecimentos:

* Abasteça o veículo sempre no mesmo posto.

* Desconfie de preços muito baixos.

* Cheque se há lacres eletrônicos nas bombas.

 Fonte: G1