Posts com a Tag ‘airbag’

GM já elimina versão de entrada do Celta

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Chevrolet Celta 2014 ganhou frisos cromados na grade, além de a

Não é de se surpreender. Com a lei que obriga ABS e airbag em todos os carros fabricados no Brasil desde 1 de janeiro de 2014, os modelos de entradas sumiram.

O Celta duas portas “pelado” já não existe, afirmam compradores e jornalistas que procuraram pelo modelo em algumas concessionárias, segundo o Jornal do Carro, do Estado de São Paulo.

O efeito colateral da lei, porém, também já pode ser sentido. Se até dezembro de 2013 era possível comprar um Celta duas portas por R$26 mil, os modelos encontrados hoje partem de R$32 mil nas concessionárias.

Por outro lado, o Jornal do Carro afirma que na internet há um modelo duas portas disponível por R$25.990, mas em nenhuma das revendedoras consultadas tinha um exemplar desse disponível.

Sem ABS e airbag obrigatório para o início do ano?

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

18-12-2013-1

A falada lei que obriga todos os carros em território nacional terem ABS e airbag de fábrica a partir de janeiro de 2014 pode ser adiada. O motivo? Preço dos equipamentos.

Com medo de os carros ficarem mais caros (e podem ficar mesmo enquanto tiver gente pagando) pode adiar a lei que garante mais segurança para os passageiros e motoristas. Como as vendas são mais importantes que a segurança…

O ministro da Fazendo, Guido Mantega, afirmou que é muito possível que a medida seja adiada. Com isso, carros como o Gol G4, Fiat Uno Mille e sobretudo a Kombi poderiam ser produzidos até a lei entrar em vigor.

Essa medida gerou outro problema: os compradores da Kombi Last Edition já se mobilizaram dizendo que devolverão o carro que, se não for o último, não tem nada de “colecionável”. Por outro lado, tirar de linha um veículo como a Kombi aumenta a pressão interna na Volkswagem por demissões em massa.

E aí? Como resolver o impasse?

Volvo V40 com airbag para pedestre chega ao Brasil

segunda-feira, 10 de junho de 2013

10-06-2013-1

A Volvo afirma que este é seu carro mais tecnológico e, talvez, mais seguro. Em se tratando de Volvo, isso é muita coisa. A grande novidade são os dispositivos de segurança para os pedestres e o airbag externo.

Acontece de forma rápida, ouve-se um estralo e, de repente, o para-brisa dianteiro está coberto com um colchão de ar branco. Mas não é por isso que a Volvo afirmou que este é seu carro mais tecnológico.

O V40 também é equipado com um sistema que consegue distinguir em instantes uma pessoa e outros objetos ou obstáculos na via. Na iminência de uma colisão, ele avalia se o motorista está no controle (sinais disso são movimentos mais constantes no volante, pé no acelerador ou no freio) e poderá ajudar na frenagem ou até parar o carro.

Caso a colisão seja inevitável, o airbag é acionado, evitando que o pedestre bata contra o vidro. O capô também deforma automaticamente nessa situação, amenizando o impacto.

Mas para ter esse sistema todo, o consumidor deve pagar R$15 mil a mais do que a versão básica (que de básica já não tem nada). É um hacth de muito luxo. Um dos mais bonitos e, com certeza, mais modernos e seguros do mundo. A marca sueca não brinca em serviço.

Latin NCap realiza crash-test em carros comercializados no Brasil, mas resultados não são animadores

terça-feira, 13 de novembro de 2012

13-11-2012-1

A Latin NCap é uma subsidiária latina de uma conceituada organização europeia que realiza teste independentes de segurança, a Global NCap. Nesta terça-feira (13), eles divulgaram os resultados dos testes de carros vendidos na América do Sul.

Foram testados Toyota Etios (versão hacth), Honda City, Ford New Fiesta (versão hatch), Renault Sandero, JAC J3, Renault Fluence e Volkswagen Polo (versão hatch). Todos equipados com airbags frontais, menos o Renault Sandero.

A avaliação da Latin NCap atribui notas de 0 a 5 separadas em dois segmentos: adultos e crianças. Todos os carros foram submetidos a uma colisão frontal a 64 km/h contra um obstáculo deformável.

Mesmo com o Ford New Fiesta e o Honda City tendo nota 4 em ambos segmentos, o resultado geral não foi animador. Segundo o representando da Global NCap, David Ward, lamentou que os carros vendidos na América Latina não sejam tão seguros quantos os mesmos modelos à venda no mercado europeu: “mesmo quando têm os mesmos equipamentos, os resultados são diferentes. Não sabemos ao certo o motivo, que pode ser a qualidade do aço usado no Brasil ou o processo de produção, diferente do da Europa, por exemplo”.

O diretor de pesquisas da Latin NCap, Harke Smith, complementou: “Os níveis de segurança no Brasil são os mesmos encontrados na Europa há 20 anos. Temos muito a evoluir”.

Esperamos que o quadro melhore com a lei que obriga aribags em todos os veículos a partir de 2014, mas queremos maiores qualidades de todos os materiais a um preço justo, pois pagamos pelos carros mais caros do mundo. E não parece que estamos produzindo os melhores.

Confira abaixo os testes do Honda City e do Ford New Fiesta:

Atenções para um bom funcionamento do airbag

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

05-10-2012-1

Hoje em dia é muito comum carros com airbag de série. Em 2014, o airbag frontal será obrigatório para todos os carros. Mas para uma otimização da funcionalidade do dispositivo, você precisa tomar alguns cuidados.

1º: O cinto de segurança deve ser usado sempre. Além de seguro, isso evita com que o piloto ou passageiro entrem em contato com o airbag quando este ainda está inflando, momento em que não atingiu ainda seu maior grau de proteção.

2º: Não se deve manter o corpo muito próximo do local de onde o airbag sairá. Isso é certa de 30 cm do volante ou do painel. O motivo é o mesmo do item anterior: o airbag encontrará o corpo da pessoa antes de estar completamente inflado. Caso o motorista ou passageiro seja uma pessoa que impossibilite essa distancia, como uma gestante, deve-se considerar desligar o airbag (veja no manual do carro).

3º: Nunca carregar uma criança pequena no banco da frente, mesmo que tenha uma cadeirinha de transporte. Além de ser proibido no Brasil, a pressão e o impacto de um airbag é extremamente perigoso para uma criança pequena, causando ferimentos gravíssimos ou até mesmo a morte. Crianças no banco de trás sempre.

4º: Evite manter objetos entre o airbag e o corpo da pessoa. As vezes, em uma viagem, o passageiro leva alguma mala pequena no colo, mas caso o aibag seja acionado, essa mala, por menor que seja, pode causas ferimentos sérios.

5º: O passageiro não deve andar com os pés no painel. Não só porque o airbag pode machucar muito, mas também porque o cinto torna-se menos eficiente e uma colisão frontal ou semifrontal, mesmo fraca, pode causar uma fratura com facilidades nessa posição.

Lembre-se que atenção, conscientização e bom senso ainda são os dispositivos de segurança mais eficientes. Mas quando algum acidente for inevitável, é sempre bom estar preparado e em velocidade permitida.