Posts com a Tag ‘blindado’

Comprando um usado blindado

quinta-feira, 26 de março de 2009

Brasil tem hoje a terceira frota de carros blindados do mundo, atrás de Colômbia e México, segundo fontes do mercado.Diante da popularização da blindagem e da quantidade de veículos nas ruas, acaba se tornando mais fácil encontrar modelos usados para a venda.

Mas quem tem a intenção de comprar um auto nessas condições deve ficar atento a alguns possíveis desgastes e problemas que o veículo possa ter, para que o negócio não vire sinônimo de prejuízo.

Acompanhe as dicas:

• Observe os vidros: eles não podem apresentar bolhas ou trincos - o que reduz a capacidade de absorção aos tiros;

• Verifique o estado dos amortecedores e freios: devido ao peso excessivo do carro após a blindagem, esses itens sofrem maior desgaste;

• Confira a potência da proteção. O nível III é o mais comum no Brasil, sendo seguro para armas de mão em geral;

• Os aros metálicos internos dos pneus devem estar em perfeito estado, garantindo assim 15 quilômetros de rodagem, caso os pneus fiquem vazios;

• Olhe com cuidado os vidros elétricos: o peso extra pode prejudicar a abertura e fechamento.

Por fim, caso seja possível, opte por um modelo automático porque, em uma fuga, não existe o risco de o motor morrer.

Fonte: Agência Autoinforme

Falsa Blindagem

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Cada vez mais, a população busca proteção contra a crescente onda de violência, porém na hora da escolher a empresa para contratar qualquer serviço de proteção tome muito cuidado, pois muitas empresas estão vendendo serviços de proteção que não funcionam, como o de blindagem em carros que não são a prova de balas.

O mercado de blindagem cresce na mesma proporção que a violência, e abre espaço para aproveitadores. Blindar custa entorno de R$ 35 mil a R$ 45 mil, depende do modelo do carro.

O processo de blindagem é feito de forma artesanal, toda a parte interna é revestida com uma manta feita do mesmo material dos coletes a prova de bala, já as colunas do carro são forradas com chapas de aço mais resistente.

Mas muitas empresas não estão blindando os carros com material correto, deixando-os assim vulneráveis.

Uma boa dica é verificar se a blindagem é certificada pelo Exército Brasileiro, caso contrário, a empresa é clandestina. Os militares fiscalizam constantemente as empresas para detectar e punir esse tipo de fraude.

Normalmente são 3 tipos de fraudes:

1ª - Uma película é colocada nos vidros dos carros e promete proteger contra armas de fogo, mas quando é atingida por uma bala de calibre 38 ela quebra.

2ª - Ao invés de aço reforçado na lataria, as oficinas que fazem serviço clandestino usam cintos de segurança.

3ª - Aproveitam retalhos das mantas do colete à prova de bala.

É inacreditável que fraudam até a blindagem dos carros, deixando pessoas correndo risco de vida, mas já que acontece, previna-se!

Fonte: G1