Posts com a Tag ‘elétrico’

Ajuste corretamente o espelho retrovisor do carro

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Saber ajustar corretamente os espelhos retrovisores - principalmente os laterais - já é um bom começo para se livrar de sérios acidentes no trânsito,retrovisor6 especialmente quando envolvem pedestres ou motocicletas.

Confira uma tática boa para garantir o posicionamento correto, garantindo uma direção segura, evitando o chamado “ponto cego”:

O mais correto é colocar duas referências de cada lado do carro para usar como base. Pegue um cone (ou algo similar) e peça para alguém movê-lo em direção à dianteira do veículo e também para o lado de fora. De preferência, coloque também uma vassoura dentro do cone, isso facilita o ajuste, caso contrário seu acerto vai mostrar mais chão do que outros veículos ao seu redor.

Faça isso dos dois lados e posicione o retrovisor de forma a visualizar o mínimo do cone ou da vassoura - se aparecer uma pontinha do cone (parte inferior), melhor -, mas também uma parte do seu automóvel, mesmo que seja um cantinho. É trabalhoso, mas vale a pena!

Fonte: G1

Dez invenções automotivas

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

De vez em quando colocamos aqui no blog algumas invenções curiosas que os cientistas e estudantes criam para os carros. Desta vez vai um pcotão com dez “inovações” para o mundo das quatro rodas:

1-) Carro que não deixa bêbado dirigir: A montadora japonesa Toyota criou em parceria com a empresa Hino um dispositivo que mede o teor alcoólico do hálito do motorista e pode bloquear a partida do automóvel caso o limite tolerável seja ultrapassado.

2-) Carro-trem: O projeto do Instituto Avançado de Ciência e Tecnologia da Coreia do Sul (KAIST) transfere para o asfalto a energia elétrica que estaria no motor do carro, A eletricidade vem de faixas eletromagnéticas fixadas na rua. O carro capta a energia elétrica a partir de tiras embutidas na estrada A energia é armazenada em uma pequena bateria, um quinto do tamanho das baterias normalmente utilizadas, permitindo ao veículo ter energia suficiente para rodar cerca de 80 quilômetros.

3-) O GPS que ajuda a fazer a curva: Desenvolvido pela Nissan, o pedal inteligente faz a conexão entre o controle de distância do veículo e os dados dos mapas de navegação do GPS, com informações em tempo real, para ajudar o motorista desacelerar ou frear o carro assim que entra em uma curva.

4-) O carro submarino: O Rinspeed Squba é Impulsionado por duas hélices e chega a fazer 20 km/h debaixo d’água.carrosubmarino

5-) O carro movido a chocolate: O carro, de 2 mil cilindradas, chega a percorrer oito quilômetros com um litro de biodiesel feito com restos de chocolate.

6-) O carro movido a água: A água é colocada no tanque e um gerador transforma o hidrogênio que retira da água em energia, proporcionando uma autonomia de uma hora guiando a 80 km/h.

7-)Carro-fantasma: O automóvel batizado com o nome de Caroline, da Universidade Técnica de Braunschweig, na Alemanha, conta com vários sensores acoplados na carroceria. O sistema permite ao motorista tirar as mãos do volante enquanto o carro é conduzido automaticamente.

8-) O carro que estaciona sozinho: O monitor do sistema de navegação identifica a vaga disponível no estacionamento. Em seguida, o motorista pode colocar o câmbio automático na posição “P” (parking) e descer do carro. Ao acionar o controle remoto, os sensores ajudam a levar o veículo para a vaga. Se preferir, o motorista pode ficar dentro do carro.

9-) O carro que lê as placas de velocidade: O sistema desenvolvido pela empresa Hella utiliza uma câmera que detecta as faixas que separam as pistas, alertando o motorista para mudanças de faixas involuntárias, e ainda “lê” as placas de trânsito de limites de velocidade, detector de altura e de proibido ultrapassar.

10-) O Banco direção: Um “banquinho-robô” que se move para onde quem está sentando sobre ele quiser. Basta mover o corpo para o lado que queremos ir e o equipamento nos leva.

Fonte: G1

Audi apresenta modelo elétrico de alto desempenho

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

etron1

Os sistemas de motorização elétrica nos carros ainda são pouco usados. Os primeiros veículos deste tipo datam de antes de 1900, mas, apesar disto, em 2009 nenhum grande fabricante produz em série um automóvel movido exclusivamente a bateria.

Os veículos elétricos oferecem uma série de vantagens: reduzem a dependência ao petróleo; não produzem diretamente emissão de gases; a eficiência de um motor elétrico supera claramente a de um motor a combustão e dá menos gastos ao bolso do consumidor.
Audi, de olho no meio ambiente, e neste novo segmento, apresenta seu esportivo elétrico, o e-tron.

A bateria colocada atrás da cabine de passageiros garante ótimo centro de gravidade e uma perfeita distribuição de carga entre os eixos. O modelo é capaz de distribuir entre as rodas a potência de seus quatro motores elétricos de acordo com a necessidade. O chamado torque vetorizado proporciona dinâmica fascinante e inigualável agilidade e precisão nas curvas.

A Audi também utiliza tecnologias revolucionárias, como uma bomba de calor para esquentar de forma eficiente o habitáculo. O sistema de propulsão, a potência eletrônica e a bateria são controladas por um inovador sistema de gestão térmica que constitui um componente decisivo para alcançar a magnífica autonomia do veículo, sem abrir mão do elevado conforto interior. A conexão eletrônica do carro com o exterior, chamada comunicação Car-to-X, abre novas dimensões de eficiência, segurança e conforto.etron2

O cockpit do e-tron é voltado para o motorista, uma característica típica da Audi. No lugar do clássico painel de instrumento, o protótipo incorpora um display central com funções MMI, que é controlado por meio de uma superfície tátil situada no volante (MMI touch), elemento inspirado nos smartphones mais modernos. Enquanto um velocímetro analógico informa à direita a velocidade, à esquerda o condutor recebe informação sobre a potência gerada.

Quatro motores elétricos com potência total de 313 hp proporcionam ao Audi e-tron performance de alto rendimento e esportiva. O protótipo acelera de 0 a 100 km/h em 4,8 segundos e de 60 a 120 km/h em 4,1 segundos.
A velocidade máxima está limitada a 200 km/h, dado que, quanto maior a velocidade, maior a demanda energética dos motores elétricos. A autonomia é de aproximadamente 248 km em uso misto.

Fonte: Audi