Posts com a Tag ‘lançamentos’

Chegou o Gol Track. E nada mais é do que o Rallye mais “pelado”

sexta-feira, 17 de maio de 2013

17-05-2013-1

O que não é necessariamente ruim. A versão Rallye foi reformulada, mas pra quem gosta dessa configuração “aventureira” e não pretende gastar tanto, a novidade Track surge como boa opção.

Os próprios chefões da Volkswagen não tiveram problemas em assumir: a versão Track é uma opção pra quem acha que gastar R$50 mil no Rallye muito.

Diferentemente do irmão maior, o Gol Track traz motor 1.0 (ao invés de 1.6). Mas traz os airbags duplos frontais e ABS de série, junto com direção hidráulica, instrumentação com conta-giros e vidros dianteiros elétricos. O ar condicionado ainda é opcional, junto com vidros traseiros elétricos, sensor de estacionamento, volante multifuncional e I-System (aquele com dicas de economia e outros detalhes bem legais).

O Gol Track também tem características visuais do Rallye, como adesivos próprios da versão, adereços plásticos nas caixas de rodas e base da carroceria, faróis duplos com máscara negra e elevação da carroceria em 23 mm, além do uso de pneus de uso misto. Na versão, porém, o corte de custos permite a adoção apenas de calotas diferentes sobre rodas aro 14. As rodas de liga leve de design exclusivo são opcionais.

O motor gera 72 cv com gasolina e 76 cv com etanol e o câmbio é manual de cinco marchas. O preço parte de R$33.060. A opção é interessante, mas vai ter que enfrentar o HB-20 pela faixa de preço. Será que consegue?

Grupo Hyundai/Kia projeta crescimento na América e já planeja nova fábrica

segunda-feira, 6 de maio de 2013

06-05-2013-1

Se antes a posição de não expandir a produção aprecia inflexível por parte da Hyundai, o sucesso no ocidente foi tamanho que já se fala em “analisar possibilidades”.

Segundo o presidente da Hyundai, Chung Mong-koo, “Estamos considerando novas fábricas no exterior, mas não temos planos de fazer isso agora”. As ações da Hyundai Motor e da sua parceira Kia Motors subiram quase 3% após a mídia local divulgar os comentários de Chung.

Algumas fontes da mídia local afirma que o grande impasse é onde seria aberta a nova fábrica: EUA ou Brasil. Alguns analistas afirmam que Chung poderá anunciar os novos planos já na próxima semana, quando visitará os EUA acompanhado do presidente sul-coreano Park Geun-hye. “Há grandes chances de a Hyundai construir novas plantas, possivelmente nos Estados Unidos ou no Brasil”, disse Chae Hee-Geun, analista da Hyundai Securities.

Hoje a parceira Hyundai/Kia já é a quinta maior montadora de veículos do mundo e, com sucesso garantido mundialmente, não vão deixar o bonde passar. Portanto, pode esperar novidades em breve.

Land Rover surpreende e apresenta Evoque de nove marchas

sexta-feira, 1 de março de 2013

01-03-2013-1

A Land Rover decidiu nos últimos anos dar uma repaginada em sua identidade. Sempre muito ligada a desenhos extremamente lindos, porém conservadores, eles vêm apresentado novidades no design e na tecnologia dos carros.

Não à toa que o Land Rover Vogue, baseado no próprio Evoque, é o grande xodó da marca inglesa para os próximos anos. Ele tem um ar moderno e jovial e infinitas melhorias tecnológicas somada a confiável mecânica da montadora.

O novo Range Rover Evoque foi construído de forma quase idêntica ao carro-conceito apresentado em 2012 (na verdade, pasmem, o modelo de série é ainda mais bonito). Pra fechar o kit, ele foi confirmado com câmbio automático de NOVE marchas para o Salão de Genebra. É o primeiro carro do mundo a apresentar esse item de série.

O sistema foi desenvolvido pela conceituadíssima marca alemã ZF, a mesma que desenvolveu a transmissão de oito marchas para os Land Rovers Freelander e Discovery.

Uma boa relação de marchas ajuda a economizar (e muito) combustível. E é nisso que a montadora se apoia para promover a novidade. Além do mais, mesmo mais longo, o conjunto é quase 8 kg mais leve que o anterior do Evoque, com seis marchas. Parece que não há limites para os avanços tecnológicos no setor automotivo.

Gostou da novidade? Até aonde pode chegar tantas inovações na ajuda pelo consumo e para a diminuição de poluentes?

Três lançamentos de 2012 que precisam emplacar em 2013

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

28-12-2012-1

O ano de 2012 foi recheado de lançamentos interessantes no setor automobilístico. Mas nem tudo sai com a montadora pretende e alguns ficaram muito abaixo do esperado em termos de vendas. Listamos três exemplos, confira.

O principal caso é o Toyota Etios. Fabricado em Sorocaba (SP), o compacto japonês é um carro excelente, mas suas vendas foram desastrosas para a Toyota. O principal motivo foi sua época de lançamento: quase junto com o Hyundai HB20, o compacto mais aguardado do ano.

A meta de vender cerca de 5.800 unidades por mês ficou longe: o Etios vendeu 1.300 de sua versão hatch e 800 de sua versão sedã. E nem adiantou o fabricante comercializá-lo a R$29.900 mesmo depois de tê-lo anunciado a R$35.000, as vendas foram péssimas.

O Kia Optima é outro exemplo. Vendendo apenas 100 unidades mensais (a Kia contava com 300), o carro ainda não emplacou. A ótima montadora coreana ainda sofre preconceito do consumidor brasileiro, que sempre teve um perfil conservador. Preconceito infundado, pois o Optima é espetacular (como a maioria dos carros da Kia): design de fazer inveja e motor 2.4 de 180 cv de potência aliado ao câmbio de seis marchas, sem contar inúmeros itens de série.

Um carro que sofreu um caso curioso é o Honda CR-V. A quarta geração do confiável e belo SUV japonês começou bem o ano: 1.800 unidades por mês (número interessante para um SUV importado e caro). Mas nos meses de outubro e novembro teve vendas de 488 e 119 unidades respectivamente. Isso tem a ver com a restrição de importação, já que o carro é fabricado no México.

Os três carros aqui listados são muito acima da média da maioria de seus concorrentes e são ótimas opções pra quem está procurando um carro novo para o novo ano, mas sofrem das mais diversas situações para as vendas não vingarem. Quem sabe 2013 reserva alguma surpresa? A equipe de marketing terá um trabalhão pela frente.