Posts com a Tag ‘lei’

Aulas noturnas para tirar a CNH

segunda-feira, 22 de março de 2010

Agora, para retirar a Carteira Nacional de Habilitação, o candidato a motorista deverá passar por aulas noturnas. Isto é o que diz a notaautoesc publicada no Diário Oficial da União nesta última quinta (18/03) e que promove uma mudança no Código Brasileiro de Trânsito, tornando obrigatório que parte das aulas sejam noturnas, com carga horária mínima fixada pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

A medida deve passar a vigorar dentro de 60 dias depois da publicação.

“Condições especiais de dirigibilidade, que fazem parte da rotina de qualquer motorista, devem fazer parte do aprendizado do futuro condutor”, afirmou o deputado federal e autor do projeto Celso Russomanno (PP-SP).

Fonte: G1

Contran decreta o fim das Tachas (olho de gato ou tartarugas)

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

tartaruga

Se já não bastassem os buracos intermináveis das ruas e estradas, os motoristas são obrigados a enfrentar diariamente lombadas e tachas - popularmente chamadas de olhos de gato ou tartarugas - que são quase tão prejudiciais ao veículo quanto às crateras que insistem em abrir no nosso caminho.

Mas agora já podemos ficar um pouco mais contentes, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) proibiu o uso tachas em sentido transversal em todas as vias do país. Mas se são tão ruins, porque foram instaladas? Na época, a instalação transversal dos equipamentos nas vias foi permitida como alternativa às lombadas. No entanto, constatou-se que a prática provoca danos aos veículos e ao asfalto.

A utilização das tachas e tachões em sentido longitudinal, para divisão de pistas ou sinalização de faixas, continua permitida. A resolução foi publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira (25) e modifica norma implantada em maio de 1998.

Fonte: Interpress Motor

Projeto de ampliação do rodízio municipal

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Se você se irrita de ter um dia da semana madrugar e chegar bem antes no trabalho para fugir do rodízio e mesmo assim enfrentar trânsito na volta para a casa, temos uma notícia que te desagradará ainda mais.

Foi aprovado na primeira de duas votações, um projeto de lei que sugere uma lista de mudanças na gestão do trânsito em São Paulo. A proposta tem como uma das determinações mais polêmicas a ampliação do rodíziorodizio municipal de veículos.

O projeto prevê que o horário do rodízio seja estendido até às 21h e que passe a ser duas vezes na semana, e não apenas um dia. Por exemplo, os proprietários de veículos com a chapa terminada em 2 teriam que evitar sair de casa toda segunda e quarta-feira. Já os que terminam com 5 enfrentariam a medida nas terças e quintas-feiras.

O texto também traz outras inovações, como novas restrições para a carga e descarga de caminhões e a proibição de estacionamento no centro em ruas no horário do rush.

Para ser aprovado o projeto ainda precisa enfrentar nova votação e ser sancionado pelo prefeito - ou não.

Fonte: Folha de São Paulo

Estudo mostra que Brasileiros ignoram o uso do cinto no banco de trás

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

A lei existe desde 1997 mas é pouco - ou quase nada - respeitada. Segundo estudo realizado pela CET, dos mais de 10 mil veículos analisados, apenas 12% utilizavam o cinto no banco de trás. Pelo menos os números são animadores quando falamos do motorista e do passageiro que vai no banco da frente. Dos mesmos 10 mil, 96% utilizavam o cintoequipamento de segurança.

E olha que a falta do cinto no banco de trás também é considerada infração grave. Em uma batida entre dois carros a uma velocidade de 50 km/h, uma criança de 25 kg, por exemplo, ao ser arremessada, provocará um impacto que terá uma força centenas de vezes maior do que o peso dela.Os especialistas criticam o uso da película escura nos vidros, porque dificulta a fiscalização. E você, utiliza o cinto no banco de trás?

Fonte: G1

Mudanças no CRV e CRLV

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

logo_denatran

Desde o dia 31/07 os Departamentos Estaduais de Trânsito (Detrans) passarão a emitir o novo modelo do Certificado de Registro do Veículo (CRV) e do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV).

Atenção para as mudanças:

CRV: Passa a ter em seu verso - onde consta a Autorização para Transferência de Propriedade de Veículo (ATPV) - informações mais claras sobre a responsabilidade do vendedor em comunicar a venda do veículo ao Detran e do adquirente em realizar a transferência.

CRLV: Não consta mais o endereço do proprietário do veículo.

Fonte: Denatran