Posts com a Tag ‘prazo’

Perdeu o prazo da inspeção? Não se desespere, ainda da tempo!

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

A Inspeção Veicular não é algo tão novo na vida do paulistano, mas mesmo assim ainda restam muitas dúvidas a respeito. Como é sabido o agendamento para efetuar a inspeção é determinado pelo final da placa do veículo, começando pelas de final 1 e terminando nas de final 0, respeitando um cronograma que já publicamos aqui noinspecaodenovo DirigindoSeguro.

Se mesmo assim você não se recordar, o calendário completinho pode ser encontrado no site da Controlar. Mas e se você perdeu sua data, o que fazer?

A data limite para realizar a inspeção, mesmo para os atrasadinhos, é dia 31 de dezembro de 2010, portanto ainda sobra tempo para você regularizar a situação.

O procedimento é simples, acesse o endereço www.controlar.com.br, imprima o boleto com a tarifa de R$ 56,44 e agende a visita a um dos 23 postos de inspeção, pelo próprio site ou pelo telefone (11) 3545-6868.

Caso a inspeção de 2009 também não tenha sido realizada, o procedimento é o mesmo. Contudo, o motorista deverá pagar também os R$ 44,18 do chamado Preço Público.

Fonte: Uol

Prazo para realização de inspeção veicular de 2009 é prorrogado

sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

Talvez sem reembolso, mas os atrasados podem correr contra o tempoinspecaoi perdido. O prazo para a realização da inspeção ambiental veicular, referente ao exercício 2009, foi prorrogado até o dia 30 de janeiro.

Para que a inspeção seja feita, o boleto com a taxa deve ser pago até 26 de janeiro.

A prorrogação acontece em virtude da grande parcela de veículos que ainda faltam paa fazer a inspeção, cerca de 603 mil veículos.
As taxas pagas a partir de 1º de janeiro irão sofrer um reajuste, com base no Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M). Atualmente, ela é de R$ 52,73.

O dono de veículo que não fizer a inspeção até 30 de janeiro terá o licenciamento bloqueado e estará sujeito à multa de R$ 550.

Fonte: G1

Como funciona o consórcio

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

O consórcio é um sistema de compra parcelada e programada do carro zero km, onde o custo de veículo é diluído por um longo prazo de pagamento.

É indicado para as pessoas que desejam fazer a compra planejada do veículo, mas que não queiram arcar com prestações elevadas ou para aqueles que não necessitem do veículo de imediato.

Por lei não há limite de prazo mínimo ou máximo para os planos. O tempo de duração varia de acordo com o plano apresentado pela empresa de consórcio. Em geral, os planos disponíveis no mercado chegam a até 50 ou 60 meses.

Funcionam por meio de formação de grupos e quotas. O grupo é formado por um número pré-determinado de pessoas, que recebem quotas individuais, e pagam o veículo em prestações mensais.

Os veículos podem ser arrematados por lances (uma antecipação em dinheiro) ou por sorteio entre os participantes. O consorciado contemplado recebe uma carta de crédito no valor correspondente ao veículo.

A carta de crédito é como se fosse dinheiro vivo. Com ela, o consorciado contemplado pode adquirir qualquer modelo de veículo (da mesma categoria), na data que quiser e na revendedora de sua escolha.

Ao contrário dos financiamentos prefixados, que têm prestações fixas em reais, as prestações de consórcio sofrem reajustes quando há aumento do preço de fábrica do veículo.

Vantagens:
1 Permite o repasse (venda) da quota em caso de dificuldade de pagamento.
2 Se quiser, o consorciado pode antecipar o pagamento das prestações.
3 Boa opção de compra no caso de economia estável e baixa inflação.
4 Permite a troca do modelo ao ser contemplado.

Desvantagens:
1 Prazo de pagamento muito longo.
2 Nem sempre se consegue retirar o carro de imediato.
3 Sujeito a aumentos freqüentes em períodos de inflação elevada.

Fonte: Uol