Posts com a Tag ‘ruídos’

Fique de olhos e ouvidos bem abertos

segunda-feira, 13 de julho de 2009

Fazer as revisões programadas pela concessionária (10 mil Km ou 1 ano, 20 mil Km…) são medidas importantes para manter o carro funcionando sempre “redondinho”.

Além disso, é sempre importante estar de olhos e ouvidos bem atentos para notar algumas “diferenças de funcionamento” que o veículo pode apresentardicamanutencao com o passar do tempo.

Estas “diferenças” muitas vezes são o início de problemas que podem tornar-se enormes dores de cabeça no futuro.

O carro pode dar problema se:

1-) A partida está difícil e o pedal de freio parece endurecido e com ruído estranho;
2-) O volante trepida quando o freio é acionado;
3-) O freio de estacionamento está mais alto do que o normal;
4-) A luz de anomalia no sistema de freio ou da injeção eletrônica passa a acender com frequência com o carro em movimento;
5-) O nível do fluido de freio está baixo.

Fonte: Estadão

A língua do seu carro

quinta-feira, 11 de setembro de 2008

É importante conhecer a linguagem dos nossos carros, ruídos, vibrações e até cheiros estranhos indicam que há algo de errado e saber interpretá-los ajuda a evitar desde gastos desnecessários e até graves acidentes. Atualmente grande parte dos veículos já vem com alertas no painel para apontar qualquer problema nas peças mais importantes para o seu funcionamento, como no motor, bateria, freio, óleo e temperatura. Mas existem também outros sinais que podemos perceber.

Se você escutar um estalo ao virar as rodas para qualquer lado, é sinal de que está no momento de substituir a bandeja, uma peça fundamental da suspensão e que ajuda no direcionamento das rodas.

Um alinhamento perfeito é essencial, para garantir a estabilidade do veículo no momento em que você fizer manobras, pois diminui o risco de acidentes. Pode-se detectar que há algo de errado no alinhamento do carro quando o volante treme ao pisar no freio, outra maneira de perceber é prestando atenção se ao soltar a direção em uma via reta ela permanece centralizada e não tende para os lados.

O sistema de frenagem é de extrema importância para prevenir situações inesperadas. Se você escutar um som metálico ao pisar no pedal, significa que as pastilhas e lonas estão no fim e devem ser trocadas, já a luz do freio de mão acesa, quando este está solto, indica que o fluído está acabando.

Algumas peças possuem um ciclo de vida menor e devem ser substituídas com freqüência. O óleo e o filtro de ar, por exemplo, devem ser trocados a cada 5 ou 10 mil quilômetros, de acordo com o prazo de validade comunicado na embalagem. Assim como, o filtro de óleo e de gás precisam ser substituídos a cada 10 ou 20 mil km rodados.

Existem outros recados que são passados pelos nossos veículos, no próximo post falarei um pouco mais sobre eles.

Até mais!

Fonte: G1, Perkons