Posts com a Tag ‘significado’

Termos dos mecânicos

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

No post Peças de carros, escrevi o significado de algumas peças. Como existe muitos termos utilizados pelos mecânicos, fiz outra lista com mais alguns termos:

Altura de rodagem
É à distância do solo em relação a um ponto de referência no chassi ou carroceria do carro. Toda a geometria de suspensão e direção é baseada em uma altura de rodagem padrão. Essa altura tende a diminuir com o tempo e com a quilometragem do veículo. Isso ocorre devido à deformação das molas da suspensão. Por isso, a altura do solo deve ser verificada nas revisões periódicas e, enquanto for possível, deve ser ajustada - até o momento em que a troca das molas será necessária.

Calço hidráulico
É um fenômeno que provoca danos ao motor por causa da aspiração de água, que pode entrar no sistema de admissão de ar quando, por exemplo, se trafega em um trecho alagado. Nesse caso, a água, que não se comprime, entra nos cilindros e impede que os pistões sigam o curso normal. O motor, que até o momento da aspiração da água estava em funcionamento, fará força para girar e assim provocará um forte golpe, que entortará as bielas - peças nas quais os pistões são fixados - entre outros inúmeros problemas.

Equalizador de escape
É um tubo que liga os dois canos de escapamento nos sistemas de escape duplo em motores em V, principalmente do tipo V8 (oito cilindros em V). O equalizador é a junção dos canos após os coletores de escapamento e, como o nome já diz, tem a finalidade de equilibrar as pressões de todos os cilindros.

Linha de cintura
É o ponto de encontro entre a parte lateral da carroceria de metal com o começo da área envidraçada. O termo é muito utilizado pelos estilistas e projetistas de automóveis.

Peso em ordem de marcha
É o peso de um automóvel usado como referência na indústria automotiva. Para chegar a essa medida é preciso deixar o veículo com todos os elementos essenciais para o funcionamento. O tanque de combustível cheio e o nível de todos os líquidos, como óleos e água, no ponto máximo. Além disso, o estepe deve estar calibrado bem como todas as ferramentas, como a chave de rodas, em seus devidos lugares.

Tucho
Trata-se de uma peça cilíndrica que recebe movimento por meio do ressalto do comando de válvulas. O movimento gerado pelo ressalto segue então para a vareta da válvula, que por sua vez aciona o balancim que faz a válvula abrir e fechar. Na prática, o comando atua como um martelo, que bate no tucho, que empurra a vareta, que encosta no balancim e abre e fecha a válvula. O tucho pode ser mecânico, como descrito acima, ou hidráulico (alimentados pelo próprio óleo do motor). O hidráulico costuma ser mais silencioso e também consegue manter o mecanismo sem folga, mesmo com a variação de temperatura, que pode ocasionar variações dimensionais.

Túnel de vento
Consiste de uma sala fechada com temperatura e pressão atmosférica controladas. Ela conta com um dispositivo de grandes dimensões, que nada mais é que um tubo no qual um enorme ventilador produz corrente de ar de alta velocidade. Um veículo em tamanho normal ou em escala é submetido a essa corrente de ar e seus efeitos são estudados a fim de se obter o melhor coeficiente aerodinâmico para o automóvel. Com base nesse estudo, são determinadas as características aerodinâmicas do carro, tais como o arrasto, que influi diretamente no desempenho e consumo.

Fonte: G1