Posts com a Tag ‘superaquecimento’

Abra o olho sobre o superaquecimento do motor

terça-feira, 16 de julho de 2013

16-07-2013-1

Um motor superaquecido é perigo à vista. Além de parar o carro, custa cerca de R$4 mil para consertar um motor travado. O superaquecimento acontece quando a água não circula ou não consegue ser resfriada satisfatoriamente pelo radiador, causando um aquecimento excessivo do motor. A junta do cabeçote acaba queimando.

Para cuidar mesmo de um motor aquecido, apenas um especialista, mas o motorista pode (e deve) ficar atento a alguns sinais que indicam o bom funcionamento. Caso apareça algum vestígio de problema, tratar preventivamente (como sempre) é mais seguro e mais barato.

A atenção deve estar primeiramente no ponteiro de temperatura no motor. Se o ponteiro chegar e permanecer perto do “vermelho”, procure um mecânico de confiança, pois é sinal de que o sistema precisa de reparos.

Outro sinal que deve ser visto com calma é se o nível de água do motor precisa ser frequentemente completado. Isso pode indicar algum vazamento.

Em relação ao nível de água, quando for preciso repor, faça sempre com o motor frio e desligado. Use água destilada (aquela da torneira contém cloro que pode, em longo prazo prejudicar o motor). É imprescindível a utilização do aditivo; para a reposição dele, consulte no manual do proprietário qual é a especificação técnica recomendada pela montadora, bem como a proporção correta. Aditivos não apropriados podem causar problemas antes do que você imagina.

Vale lembrar que se usar, por exemplo, uma garrafa plástica de 2 litros e já tiver despejado quase toda a mistura, mas ainda não atingiu a metade do nível do reservatório, termine de colocar o líquido e leve o carro ao mecânico. Quando é o caso de colocar muita água, é preciso fazer a chamada sangria do sistema (processo de retirada de bolhas de ar), bem como os testes para se certificar de que o problema foi sanado.