Arquivo da Categoria ‘Novidades’

BMW quer comercializar o i3 no Brasil ainda em 2014

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

21-01-2014-1

Se o monovolume elétrico da BMW parecia algo distante e difícil de sair do papel em território brasileiro, a empresa já confirmou: em setembro de 2014 ele estará à venda. E fabricado no Brasil.

O grande problema que a montadora enfrentará é o preço. Ainda que o público que compra BMW não liga muito pra isso, o carro chegará caro para um monovolume, por mais confortável e luxuoso que ele seja.

Sem nenhum tipo de isenção ou incentivo fiscal, modelos como o i3 pagam IPI cheio e de carro grande, além dos tradicionais tributos de importação, um pouco aliviados no caso da BMW por conta da construção da fábrica em Santa Catarina. A marca não definiu preço, apenas um limite: “vai custar menos de R$ 200 mil”, afirmou fonte da marca em Detroit.

Ao contrário dos carros elétricos do mundo, o i3 foi criado do zero e é exclusivamente elétrico. “Ainda assim, o i3 é feito para ser usado como um smartphone. Você volta do trabalho, chega em casa e carrega o celular e o carro, todo dia. Deixe oito horas na tomada padrão da sua casa e está carregado”, afirma a BMW.

Apesar disso, o carro é voltado para pessoas com alguma preocupação ambiental e muito, mas muito, dinheiro sobrando, pois ele deve custar quase 4 vezes mais que um monovolume premium no Brasil.

Mercedes promete Classe C brasileiro igualzinho ao alemão, “mas com motor flex”

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

20-01-2014-1

Se os brasileiros temiam que os carros da Mercedes fabricados por aqui tivessem alguma diferença em relação aos alemães, a montadora tranquilizou-os. A empresa alemã garante que os carros terão primazia em termos de segurança, nível de equipamentos e, mais importante, qualidade construtiva.

Thomas Weber, membro da Diretoria de Pesquisa e Desenvolvimento da Mercedes, garante que os veículos da marca são os mesmo no mundo todo, sejam eles fabricados na Alemanha, nos EUA, na China ou em qualquer outro país, e com o Brasil não seria diferente. Ele apontou pra uma única mudança que torna o veículo ainda mais completo: a adoção do motor flex.

“Embora sejam iguais em qualquer lugar do mundo, os produtos precisam ser regionalizados. No Brasil, a única diferença será o motor flex,já que o etanol é abundante no Brasil e o consumidor exige esse tipo de tecnologia”, afirmou Weber no Salão de Detroit.

O motor que receberá a tecnologia flex será o 1.6 turbo, de 156 cavalos, o propulsor de maior volume dentro da oferta da Mercedes atualmente. Weber ainda falou de planos futuros para o Brasil e a possibilidade de outros modelos receberem o motor bicombustível: “Você precisa de um volume mínimo de produção para tornar motores bicombustível disponíveis. Portanto, não acredito que em curto prazo motor flex será importante para um Classe S, por exemplo. Para o Classe E? Não sei, talvez”.

Hyundai i30 remodelado ganha motor 1.8 mais potente que o 2.0

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

17-01-2014-1

O novo i30 está nas lojas. O carro, redesenhado e ainda mais bonito (sim, é possível) mantém traços de seu antecessor. A motorização foi a grande novidade.

O motor 2.0 foi substituído por um 1.8. Acontece que o novo motor entrega 150 cv, cinco a mais que o anterior. Segundo a montadora, o carro, mesmo mais potente, é mais econômico graças à menor cilindrada.

O 2.0 já estava fora de linha com a chegada do motor 1.6 flex de 128 cv em 2013. Esta configuração continuará a existir.

O preço da configuração 1.8 varia entre R$ 71,9 mil e R$ 92 mil, dependendo dos opcionais. O carro está disponível apenas nas cores preta, prata e branca.

Novo carro de entrada da Volkswagen já ganha espaço na fanpage da montadora

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

13-01-2014-1

O Up!, novo compacto da VW, será o carro de entrada da montadora, desbancando o Gol G4. O “carrinho” chega em fevereiro de 2014.

A Volks, porém, já começou a chamar atenção para o modelo, a verdadeira menina dos olhos da marca. E reparou uma campanha em sua fanpage no Facebook.

Desde segunda-feira passada, algumas peças foram pro ar com mensagens referentes a “dar um up!”. O carro, no entanto, ainda não foi apresentado por completo pela marca.

O que sabemos é que ele será equipado com o motos 1.0 de 3 cilindros que já equipa o Fox Bluemotion. Também estará disponível em duas ou quatro portas e, diferentemente do modelo europeu, a tampa do porta-malas não será completamente de vidro, mas de aço. O motivo é baratear a produção.

O carrinho sairá da fábrica de Taubaté e ainda não tem preço divulgado.

GM já elimina versão de entrada do Celta

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Chevrolet Celta 2014 ganhou frisos cromados na grade, além de a

Não é de se surpreender. Com a lei que obriga ABS e airbag em todos os carros fabricados no Brasil desde 1 de janeiro de 2014, os modelos de entradas sumiram.

O Celta duas portas “pelado” já não existe, afirmam compradores e jornalistas que procuraram pelo modelo em algumas concessionárias, segundo o Jornal do Carro, do Estado de São Paulo.

O efeito colateral da lei, porém, também já pode ser sentido. Se até dezembro de 2013 era possível comprar um Celta duas portas por R$26 mil, os modelos encontrados hoje partem de R$32 mil nas concessionárias.

Por outro lado, o Jornal do Carro afirma que na internet há um modelo duas portas disponível por R$25.990, mas em nenhuma das revendedoras consultadas tinha um exemplar desse disponível.