Resolução do Contran: ABS

Conforme prometido, hoje falaremos da resolução do Contran para o ABS.De acordo com a Resolução 312 do Contran, passa a ser obrigatória a utilização do sistema de antitravamento de rodas, conhecido com ABS.

O dispositivo será obrigatório para os veículos novos, nacionais e importados, das categorias M1, M2, M3, N1, N2, N3 e O.

O sistema ABS é composto por uma unidade de comando eletrônica, sensores de velocidade das rodas e unidade hidráulica. O sistema tem a finalidade de evitar o travamento das rodas durante o processo de frenagem.Abs

De acordo com o cronograma definido pelo Contran, a partir de janeiro de 2010 oito por cento da frota de automóveis produzidos e importados já deverá sair de fábrica com o sistema.

A implantação será concluída em 2014, quando 100% da frota sairá de fábrica com o sistema ABS. No entanto, os fabricantes podem antecipar a implantação.

Confira o cronograma:

Veículos das categorias M1 e N1

Data de Implantação - Percentual Da Produção

01 de janeiro de 2010 - 8%

01 de janeiro de 2011 - 15%

01 de janeiro de 2012 - 30%

01 de janeiro de 2013 - 60%

01 de janeiro de 2014 - 100%

Veículos das categorias M2, M3, N2, N3 e O:

Data de Implantação - Percentual Da Produção

01 de janeiro de 2013 - 40%

01 de janeiro de 2014 - 100%

Fonte: Denatran

Tags: , , , , , ,

Um comentário para “Resolução do Contran: ABS”

  1. Anir Lopes disse:

    Inexplicável e ilógico o prazo assinalado. Atualmenente aproximadamente 8% da frota já recebe ABS. A questão é que esses 8% abrangem os veículos TOP de cada seguimento. Ora, se já tem 8% e deverão ter 8% a medida é inócua. No mínimo deveria iniciar em 30%. Aprazar ainda 05 anos para instalar algo que há mais de 10 anos já é obrigatório em outros países é dar atestado de incoerência e despreocupação com a violência no trânsito. Por igual, o governo poderia incentivar a instalação de dispositivos de seguração (ABS, ESP…) retirando completamente a tributação sobre esses itens. Assim, por exemplo: um carro que possua a base de cálculo para imposto fixada em R$ 30.000,00, descontaria aproximadamente 20% de sua base de cálculo do imposto a título de incentivo a segurança veicular.

Deixe um comentário

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.