Posts com a Tag ‘calibragem’

Calibre o pneu sempre que puder

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

07-10-2013-1

Já falamos inúmeras vezes sobre pneu aqui. Eles são o único contato do veículo com o solo, portanto nem precisamos repetir o quanto é fundamental ter atenção para com esse “ítem”.

Para manter seu bom funcionamento, porém, é necessário mantê-los sempre calibrados. Além de melhorar o consumo, faz sua fundamental função de aderência.

Por algum motivo, o brasileiro acredita só deve calibrar quando vai pegar estrada. Por que? O asfalto é diferente? Não, né?! Então calibre sempre que puder.

Caso você não saiba ou não se lembre quanta pressão deve usar, não chute um valor. As pressões indicadas estão no manual do proprietário. Porém, se não estiver com  informação por perto, faça o seguinte: calibre com 28 libras/pol² e depois confira no manual. Arrume se for preciso na próxima apssada no posto.

Tenha sempre atenção e cuidado com os pneus do seu carro e os mantenha calibrados. Vale lembrar: esse serviço não custa nada.

Calibragem do pneu e seu bolso

terça-feira, 28 de maio de 2013

28-05-2013-1

Não há dúvidas sobre a importância dos pneus do carro para a segurança dos passageiros e motoristas. Além de ser o único contato do veículo com o solo, os pneus são peças fundamentais para frenagens, arrancadas e aderência. Mas saiba que não apenas segurança e desempenham são influenciados pelos pneus, mas consumo também.

Os fabricantes garantem que a vida útil média de pneus em carros de passei é de quatro anos. Mas isso depende da calibragem sempre correta. Por algum motivo, é comum que as pessoas confiram a calibragem apenas quando vão pegar estrada, mas a ruas da cidade castigam bem mais os pneus e, no geral, todos roam mais em ambientes urbanos do que em viagens.

Segundo os fabricantes de pneus, ainda, o brasileiro poderia economizar cerca de R$600 anuais de combustível só com calibragem de pneus. Isso para quem gasta apenas R$150 mensais abastecendo (a minoria).

Portanto, além de ser fundamental para a sua segurança e para dar uma maior vida útil à peça, a calibragem também tem uma influência direta no consumo do carro e, consequentemente, no seu bolso. O ideal é conferir a cada 15 dias, não custa nada.

Saiba o que fazer para diminuir os riscos de uma aquaplanagem

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

08-11-2012-1

Aquaplanagem é o fenômeno que acontece quando o seu carro passa por uma poça de água (causada por chuvas, por exemplo) e seus pneus perdem quase todo contato com o solo. Isso faz o carro derrapar e o motorista perder o controle, afinal sem contato com a pista, virar o volante ou frear torna-se inútil.

Para não ser pego por essas “armadilhas”, a melhor solução é prevenir. Algumas simples medidas devem ser tomadas, veja:

1º - Pneus sempre calibrados com a pressão indicada pelo fabricante. Pneus são os responsáveis por manter o contato do veículo com a pista. Nunca circule com pneus carecas e lembre-se de fazer rodízio a cada 10 mil km.

2º - Se a aquaplanagem for inevitável, não pise bruscamente no freio, isso irá travar seus pneus (a menos que seu veículo seja equipado com freios ABS) e você perderá o controle do carro. Suavemente, dose a frenagem e segure firme o volante para manter as rodas retas até que os pneus retomem contato com o solo.

Pneus também são dispositivos de segurança, por isso é fundamental usar boas marcas e nunca deixa-los velhos e lisos. Fique atento.

Veja porque é muito importante manter os pneus calibrados

terça-feira, 2 de outubro de 2012

02-10-2012-1

Todos nós já ouvimos que os pneus de um veículo devem estar sempre calibrados. Mesmo assim, muitos de nós só nos lembramos de fazer isso quando precisamos viajar. Mas saiba que é fundamental ter a calibragem em dia também para rodar na cidade.

Primeiramente, vamos entender que somente com os pneus devidamente calibrados é possível que o veículo suporte a carga que lhe é atribuída no manual. Além disso, terrenos acidentados (como boa parte de nossas ruas e estradas) podem causar danos na estrutura interna do automóvel e colocar em risco os presentes. Um pneu que não esteja na calibragem ideal aumenta esse risco, pois isso facilita perder o controle do carro por conta de alguma imperfeição da pista.

A calibragem também faz com que o pneu deforme-se e flexione-se menos durante o movimento. Isso significa economia para o condutor. Não só porque aumenta a vida útil do motor, mas também porque consome menos combustível. Segundo dados da Michelin, se os quatro pneus do carro estiverem 20% fora de sua calibragem ideal, isso acarreta em um gasto cerca de 2% de combustível.

Portanto, nunca deixe de calibrar os pneus. O ideal é não deixar passar de duas semanas e com os pneus frios: é seguro, econômico e não custa nada.  E sempre respeite os limites de velocidade estabelecidos nas vias de tráfego.

Mitos e verdades sobre os pneus

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

pneus1

Conheça hoje alguns mitos, verdades e dicas para a manutenção dos pneus:

Desgaste: A principal recomendação dos especialistas é a verificação do TWI (Tread Wear Indicators). Esta simpática sigla nada mais é que o indicador de desgaste da banda de rodagem, que aparece no início dos sulcos dos pneus.

O limite de segurança é de 1,6 mm de profundidade dos sulcos, ou seja, quando o TWI se nivela com a banda é hora de trocar o pneu. A “não-troca” pode resultar em multa ao proprietário do veículo;

Pressão: As pressões devem ser verificadas semanalmente, ou no máximo, a cada 15 dias, com os níveis determinados no manual do proprietário, sempre cumprindo aquela orientação de calibrar o carro com os pneus frios.

Troca e rodízio: Na hora da troca, deve-se manter pneus da mesma marca em um único eixo. Você também deve trocar os pneus quando sinais de danos e/ou avarias acidentais — cortes, avarias, bolhas — aparecerem. Ou depois de rodar com baixa pressão de calibragem ou sobrecarga e sofrer algum dano.

O rodízio de pneus é importante. A cada 5 mil km, recomenda-se passar os pneus traseiros para frente e vice-versa. Esta medida serve para equalizar o desgaste.

Fonte: UOL