Posts com a Tag ‘dirigir’

Começou a chover granizo, o que eu faço?

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Granizo e neve constituem condições potencialmente adversas para um motorista. Para nossa sorte, por enquanto, não temos neve e raramente enfrentamos uma chuva de granizo. Mas e se ela começar e você tiver no meio da estrada, o que fazer?

Antes de mais nada, o motorista deve ficar mais atento aos perigos, e dirigirgranizo com o máximo de atenção e prudência, ajustando-se às condições encontradas, principalmente com velocidade abaixo da estabelecida.

As razões para essa redução de velocidade são diversas, mas a principal é a redução da visibilidade, considerando que fica difícil ou, muitas vezes impossível divisar outros veículos, pedestres, sinais de trânsito ou qualquer obstáculo na pista. É muito importante que as luzes externas, pneus e parabrisas estejam em perfeitas condições. Se for possível, procure um abrigo e espere passar.

Se não muito cuidado seguindo as recomendações acima.

Centro de reintegração a vítimas de trânsito e traumas violentos

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Passar por um acidente de trânsito grave e sair com vida já pode ser considerado um ganho. Porém, além de seqüelas físicas, os acidentes automobilísticos podem desencadear um dano psicológico muito grande. A ONG AVITRAN (Associação de Vítimas de Trânsito) busca proporcionar uma ajuda as vítimas de transito e traumas violentos que não contam com apoio psicológico.medo

Além deste suporte a vitimas carentes e familiares, a ONG tem o objetivo de lutar para reduzir o número de acidentes e mortes no trânsito.Para isso, a partir de 07 de outubro, em todas as quartas-feiras no bairro Moema, reinicia as reuniões para ajudar a superar o stress pós-traumático de todo ato violento, seja acidente, estupro, sequestro, assalto, golpes, erro medico etc.

A AVITRAN é o único local no Brasil que pode atender pessoas voluntariamente, a volta das reuniões é fundamental para a vida de muitas pessoas e seus familiares. Anualmente, milhões de indivíduos (e famílias) são impactados a cada desastre ocasionado por desastres de tráfego, matando e incapacitando cidadãos de forma direta ou indireta.

No Brasil, mais de 40.000 pessoas perdem a vida anualmente em acidentes de transito, porém acredita-se que estes números podem ser ainda maiores.

Serviço:

Onde: Paróquia Nossa Senhora da Esperança / Av. dos Eucaliptos, 556 / Moema
Horário: toda 4ª feira, às 15h
Contato: 11 5531-9519 (Fátima) ou 11 3057-0244 (AVITRAN)

Fonte: Lívia Clozel Comunicação

Que tal dirigir sem sair de casa?

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

21-08simu

Você gostaria de dirigir pelas ruas de Madrid, Nova York ou até mesmo treinar caminhos na sua cidade sem sair de casa?

A Geoquake tornou isso possível integrando os mapas do Google com um simulador 2D de direção.

A dirigibilidade é um tanto complicada, mas os comandos são muito fáceis, as setas do teclado controlam a velocidade e para onde o carro vai.

Basta acessar:

http://geoquake.jp/en/webgame/DrivingSimulatorPerspective/ e acelerar.

Nos conte nos comentários como foi!

Fonte: Gigablog

Permissão Internacional para Dirigir

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Permissão InternacionalPermissão Internacional

Em 2006, o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) lançou a Permissão Internacional para Dirigir (PID). O modelo da licença segue o padrão estabelecido na Convenção de Viena, firmada em 08 de novembro de 1968 e promulgada pelo Decreto nº 86.714, de 10 de dezembro de 1981.

A PID poderá ser utilizada em mais de cem países, permitindo que você possa dirigir legalmente no país que visita ou reside. Ela não substitui a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) no território nacional.

Antes da padronização da Permissão Internacional para Dirigir ficava a cargo dos órgãos e entidades executivos de trânsito a elaboração e expedição da permissão. Com a PID, o Denatran padroniza o modelo do documento. As informações dispostas na licença estão descritas na língua portuguesa e nas preconizadas na Convenção de Viena.

Para obter a permissão o condutor deverá possuir a CNH, devendo esta estar vigente. O prazo de validade da PID, a categoria da habilitação e as restrições médicas são os mesmos referentes à Carteira Nacional de Habilitação. Na hipótese de ocorrer qualquer alteração no cadastro do condutor a mesma deverá ser incluída no respectivo documento internacional de habilitação.

A Permissão Internacional para Dirigir não será emitida para o condutor habilitado somente com a Autorização para Conduzir Ciclomotor - ACC.

Ela pode ser retirada nos órgãos e entidades executivos de trânsito dos Estados e do Distrito Federal e a cargo deles ficará a responsabilidade de determinar o valor da expedição do documento.

Procedimento para retirar a PID em São Paulo:

a-) Dirigir-se ao Setor de Habilitação para Estrangeiro do DETRAN.
b-) Requerimento em 2 vias formalizado pelo condutor interessado.
c-) Cópia da Carteira Nacional de Habilitação, dentro do prazo de validade.
d-) Pagamento na rede bancária da taxa de R$174,35 ou de R$ 185,35 no caso de solicitação da entrega do documento por meio dos correios.

Países onde a Permissão Internacional para Dirigir é aceita:

África do Sul, Albânia, Alemanha, Angola, Argélia, Argentina, Austrália, Áustria, Azerbaidjão, Bahamas, Barein, Belarus (Bielo-Rússia), Bélgica, Bolívia, Bósnia-Herzegóvina, Bulgária, Cabo Verde, Cazaquistão, Chile, Cingapura, Colômbia, Coréia do Sul, Costa do Marfim, Costa Rica, Croácia, Cuba, Dinamarca, El Salvador, Equador, Eslováquia, Eslovênia, Estados Unidos, Estônia, Federação Russa, Filipinas, Finlândia, França, Gabão, Gana, Geórgia, Grécia, Guatemala, Guiana, Guiné-Bissau, Haiti, Holanda, Honduras, Hungria, Indonésia, Irã, Israel, Itália, Kuweit, Letônia, Líbia, Lituânia, Luxemburgo, Macedônia, Marrocos, México, Moldávia, Mônaco, Mongólia, Namíbia, Nicarágua, Níger, Noruega, Nova Zelândia, Panamá, Paquistão, Paraguai, Peru, Polônia, Portugal, Reino Unido (Inglaterra, Irlanda do Norte, Escócia e País de Gales), República Centro - Africana, República Democrática do Congo, República Checa, República Dominicana, Romênia, San Marino, São Tomé e Príncipe, Seichelles, Senegal, Sérvia e Montenegro, Suécia, Suíça, Tadjiquistão, Tunísia, Turcomenistão, Ucrânia, Uruguai, Uzbequistão, Venezuela e Zimbábue,

Medo de dirigir

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

10% dos motoristas no Brasil deixam o carro na garagem.

Não por alguma súbita consciência ecológica, mas por medo de dirigir mesmo. Além de lidar com esta fobia, eles precisam enfrentar o preconceito de uma sociedade que tem orgulho em andar motorizada.

Para quem quer se livrar do medo de dirigir sozinho, segue dez dicas:

1- Trabalhe a respiração. De boca fechada, inspire lentamente pelo nariz e sinta o ar chegar aos pulmões. Expire pela boca buscando relaxar.

2- Faça atividade física ou relaxamento muscular para produzir endorfinas e neutralizar o estresse e a ansiedade.

3- Dentro da garagem, inicie a aproximação com o carro. Entre, ajuste o banco, sinta o espaço interno, ligue e desligue o motor.

4- Ainda dentro da garagem ligue o carro e faça pequenos movimentos, para frente e para trás.

5- Em horários sem movimento, dê voltas no quarteirão com o carro. Escolha ruas sem crianças e tranqüilas e quando sentir segurança entre no trânsito.

6- A princípio faça apenas um ou dois trajetos e só depois opte por caminhos mais longos.

7- Crie o hábito semanal e marque na sua agenda, pelo menos duas vezes por semana, de fazer o treino de direção. Essa rotina lhe trará confiança.

8- Quando ficar totalmente seguro, inicie trajetos que tenham subidas e descidas.

9- Não se assuste com os sinais do corpo, porque as tremedeiras, sudoreses, e taquicardias diminuirão com o tempo, ou seja, com a prática.

10- Não tente provar nada para os outros. Dirija para você. Isso diminuirá as expectativas.

Caso não consiga perder o medo com essas dicas procure uma auto-escolas especializadas para pessoas que tem medo de dirigir ou um psicólogo sempre é bom!

Fonte: Viva Saúde