Posts com a Tag ‘gasolina’

Gasolina brasileira começa bem 2014

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Uma boa notícia passou despercebida no meio de tanta coisa. Desde o dia primeiro de janeiro, a gasolina distribuída no Brasil passou a ter menos enxofre.

Em 2014, a gasolina terá 50 ppm (partes por milhão) de enxofre. Essa mistura e chamada de S-50. Antes da nova medida, a gasolina nacional poderia contar, dentro da lei, com absurdos 800 ppm.

Ao longo dos anos, a Petrobras já tinha reduzido esse valor, mas legalmente, nada tinha sido feito até agora. A medida traz benefícios aos motores futuros, com tecnologias avançadas e os atuais. Nestes haverá redução de depósitos e contaminação do óleo, diminuição de poluentes, além de menor teor de aromáticos e olefínicos.

Por fim, a gasolina S-50 é menos sujeita a oxidação e impurezas, logo ela causa menos dano ao tanque, ao óleo e aos bicos injetores, pois não cria aquela “goma” de resíduos, muito comum nas gasolinas de menor qualidade.

Assim, o combustível fóssil se alinha às melhores especificações mundiais, embora alguns países já ofereçam a S-10. No Brasil, apenas a gasolina Podium, da Petrobras, tem essa especificação.

Petrobras anuncia aumento de 6,6% no preço da gasolina; Mantega calcula aumento de 4% para o consumidor

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

01-02-2013-1

Segundo o Ministro da Fazenda, Guido Mantega, o reajuste do preço da gasolina será de 4% na bomba, mesmo a Petrobras anunciando um aumento de 6,6%.

Isso deve ocorrer porque a gasolina vendida ao consumidor ainda tem uma porcentagem de álcool (que subirá de 20% para 25% ), portanto o preço na bomba não sofrerá a mesma alteração do preço na refinaria.

Na última terça-feira (dia 29), a Petrobras anunciou um aumento de 6,6% no preço da gasolina comum e de 5,4% no preço do óleo diesel nas refinarias da companhia em todo o país. Segundo a empresa, o reajuste foi definido levando em consideração a política de buscar alinhar os preços dos derivados aos praticados no mercado internacional.

O ministro ainda não quis antecipar se ao longo do ano haverá novo reajuste. Na verdade, o aumento é uma política determinada pela Petrobras e não pelo Ministério da Fazenda e depende tanto do preço internacional do petróleo como de uma série de outros fatores.

No ano de 2012 foram feitos mais de um reajuste (mas isso não significa que em 2013 o mesmo ocorrerá). Na ocasião, o preço não foi sentido pelo consumidor porque o governo tirou a taxa do CIDE (Contribuição de Intervenção do Domínio Econômico), que prevê imposto sobre o preço do produto.

No final do ano passado, o ministro também tinha admitido que a Petrobras “certamente” iria fazer um reajuste no preço da gasolina este ano, com impacto na bomba. Mas, como é de costume de Guido Mantega ser avesso à política de especulação, ele não deu números ou se aprofundou mais no assunto.

Gasolina deve receber 25% de álcool a partir de abril

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

22-01-2013-1

Antes de tudo, não se assuste. A gasolina que você paga (caríssimo) não é pura. Nunca foi e nem nunca será. Ela recebe 20% de álcool previsto por lei. Mas a partir de abril, essa quantidade subirá para 25%.

Isso é o que afirma a Agência Nacional de Petróleo (ANP). O prazo dado é para o final da safra de cana de açúcar.

Na verdade, a gasolina recebia um quarto de álcool em sua composição. O valor diminuiu para 20% para regular os estoques e preços do combustível vegetal. Mas agora o interesse é outro: evitar ou minorar o reajuste de preço da gasolina.

Não quero parecer incrédulo, reclamão ou cri-cri, mas não estou acreditando nem um pouco que o preço da gasolina deixará de subir. E mais: nem o do álcool.

E você?

Etanol volta a valer a pena

sexta-feira, 26 de março de 2010

Há tempos viemos acompanhando a alta desenfreada do álcool combustível (Etanol) nas principais cidades brasileiras. Em São Paulo o combustível oriundo da cana de açúcar chegou a bater na casa do R$1,80 enquanto aflex_fuel gasolina tinha o preço de R$ 2,487.

Fazendo aquela famosa continha (quando o preço do álcool bater em 70% do valor da gasolina, vale a pena utilizar o combustível fóssil), muitos usuários de carros Flex passaram a optar pela gasolina.

Mas segundo levantamento da ANP (Agência Nacional do Petróleo) este cenário mudou em março. A gasolina estabilizou (em média) em R$ 2,46 enquanto o preço do etanol caiu para R$ 1,62, voltando a ser vantajoso para o consumidor.

Fora de São Paulo, o etanol também tornou-se a melhor escolha em outros 18 estados brasileiros.

Fonte: Icarros

Gasolina deve ficar mais cara em fevereiro

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Não é somente o álcool que teve um aumento em seu preço, a previsão é que a gasolina passe a custar mais caro no mês de fevereiro. A “alta” no preço do combustível é uma reação normal depois que começou a vigorar a medida proposta pelo governo federal de redução do percentual de álcool anidro na gasolina, de 25% para 20%.

Uma vez que a gasolina pura ter um valor maior que o do álcool anidro, utilizado na mistura, a resposta não poderia ser outra se não o aumento.

Por enquanto, segundo pesquisa desenvolvida pelo Ticket Car, empresa especializada em produtos e serviços para gestão de despesas de veículos, é mais vantajoso para o motorista abastecer com gasolina na maioria dos estados do País.

Somente no Mato Grosso, Pernambuco e Goiás optar pelo etanol ainda compensa. Confira o estudo feito pela empresa na tabela abaixo:

tabelaticketcar

Mas se você abastece com gasolina não precisa ficar tão preocupado. A partir de sexta-feira (5), a Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) ficará menor para a gasolina.

A alíquota cairá de R$ 0,23 para R$ 0,15 por litro. Com isto o governo pretende manter o preço da gasolina no mesmo patamar, e não baratear seu custo. Ou seja, uma medida compensatória para tentar segurar o elevado preço dos dois combustíveis.

Fonte: Folha de São Paulo e Carsale