Posts com a Tag ‘indenização’

É necessário o Boletim de Ocorrência?

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Bater o carro é um transtorno, principalmente quando uma das partes não quer arcar com sua responsabilidade. Muitas vezes, quando ocorre uma batida sem muita gravidade, ou vítimas é possível entrar em um acordo entre os envolvidos. Mesmo assim, a recomendação é de que se faça um Boletim de Ocorrência.

A necessidade do boletim, se dá para que o acidente seja documentado, e havendo qualquer problema, seja possível entrar com uma ação no Tribunal de Pequenas Causas para possíveis indenizações ou reparos. Para tal, quando o valor ultrapassa os 20 salários mínimos é necessário um advogado, porém por um valor menor a esse o mesmo é opcional. É necessário levar RG, CPF e documentos que comprovem os danos, como fotos e o B.O.

O boletim de ocorrência também é necessário, caso seja pedido o ressarcimento à seguradora. Todas as empresas seguradoras exigem o mesmo e também fotos que comprovem o acidente.

Para que acidentes sejam evitados é recomendável estar com a manutenção do veículo em dia, e também que se preste muita atenção ao trânsito. Muitas vezes algumas distrações em uma fração de segundos podem acarretar um sério acidente. Muito pode ser evitado com o mínimo de atenção.

Danos por queda em buraco: o governo fica com a conta

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Como solicitar indenização se seu veículo é danificado por buracos ou defeitos no asfalto.

Suspensão quebrada e pneu rasgado são alguns dos inúmero problemas que o motorista pode ter ao cair em um dos vários buracos espalhados pelaburacorua2 cidade de São Paulo. Se temos que ser malabaristas para não passar bem em cima de um defeito no asfalto, não temos que ser mágicos na hora de pagar.

Se você tiver seu carro danificado função de um buraco ou defeito no asfalto, ou mesmo por um serviço público executado incorretamente, deve procurar seus direitos e solicitar do Poder Público o ressarcimento do dano.

Mas atenção a algumas dicas para conseguir o ressarcimento:

1-) Somente pode ser solicitado quando há um um dano real, substancial e mensurável.

2-) É necessário que o interessado solicite ao menos 3 (três) orçamentos por escrito, que especifiquem o que está danificado e qual é o valor gasto no conserto.

3-) Fotos do local, testemunhas e informações como endereço do local do buraco são importante para dar seguimento no seu pedido.

4-) Se você utilizar o carro como meio de trabalho é possível requerer um ressarcimento pelos dias perdidos enquanto o carro estava na oficina.

Fonte: Best Car

Ministério das Cidades lança campanha sobre o Dpvat

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Depois de elaborar uma campanha por um “motorista mais gentil”, o Ministério das Cidades lança agora uma propaganda para alertar a população sobre o benefício do Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores Via Terrestre (Dpvat).

A campanha está sendo veiculada em televisão, rádio, internet, revistas, jornais e mídia em ônibus. Com a campanha,dpvat o ministério pretende esclarecer que a taxa obrigatória, que muitas vezes é confundida com imposto, é na verdade um seguro que em muitos casos não é usado por desconhecimento.

O Dpvat destina-se a acidentes de trânsito envolvendo automóveis, caminhões, tratores, ônibus, micro-ônibus, motocicletas, pedestres, passageiros e motoristas que venham a sofrer danos pessoais.

Confira os benefícios:

1-) Indenização, no caso de despesas médicas, até R$ 2.700,00.
2-) Indenização no caso de invalidez permanente ou morte, até R$ 13.500,00 por vítima.

Fonte: UOL

Seguro Obrigatório DPVAT

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

imgcar

Um dos assuntos que mais geram dúvidas aqui no blog é o Seguro Obrigatório DPVAT. O que fazer quando nos envolvemos em um acidente que gera despesas médicas, invalidez ou até mesmo a morte de alguém que somos dependentes? Você sabe que tem direito a receber o seguro obrigatório? Esclareceremos as principais dúvidas aqui.

O que é o DPVAT?
É um seguro obrigatório que indeniza vítimas de acidentes causados por veículos automotores de via terrestre.
Todas as pessoas, transportadas ou não, que forem vítimas de acidentes causados por veículos automotores de via terrestre ou por sua carga, estão cobertos pelo DPVAT.
As coberturas previstas no seguro são: morte, invalidez parcial ou total permanente e despesas de assistência médica e suplementares. As indenizações são pagas individualmente, não importando quantas vítimas estiverem envolvidas no mesmo acidente. O pagamento independe da apuração de culpabilidade.

Como solicitar o seguro obrigatório?
Existe hoje uma empresa que assessora gratuitamente as vítimas e beneficiários na obtenção das indenizações pertinentes a cada cobertura prevista no seguro.A Regdata Reguladora é credenciada junto a Seguradora Líder do Consórcio DPVAT e tem o objetivo de fazer a captação e regulação dos processos.
A assessoria prestada pela Regdata atende os segurados, vítimas e/ou beneficiários. Além disso, a empresa também atende todos que prestam serviços nesse campo, direta ou indiretamente: corretoras de seguros, operadoras de saúde, clínicas e hospitais, associações, sindicatos, cooperativas, empresas gerenciadoras de frotas, escritórios de advocacia e outros.
O melhor de se obter esse assessoramento é que a empresa dispõe de um sistema próprio e com excelente padrão de controle, gerando informações a cada passo do processo, e tanto os beneficiários quanto vítimas e parceiros podem acompanhar sua evolução via meio eletrônico ou correio, o que torna tudo mais ágil e transparente.

Para obterem mais informações entrem no site da Regdata. A Regdata Reguladora também disponibiliza o email (faleconosco@regdata.com.br ) e os telefones (21) 22156330/22404315 para contato.

Não deixem de conhecer seus direitos e aproveitem os serviços de uma empresa que contribui de forma socialmente relevante para o segmento.

Seguro obrigatório indeniza

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

As vítimas de acidente de trânsito têm direito a receber indenização do seguro obrigatório direto na sua conta corrente.

Em caso de morte por acidente, o cônjuge ou os filhos da vítima também têm direito à indenização.Havendo mais de um herdeiro, a cota será dividida entre eles, em partes iguais.

As coberturas previstas no seguro são: morte, invalidez parcial ou total permanente e despesas de assistência médica e suplementares.

A cobertura do seguro não está vinculada as regras de trânsito. As indenizações são pagas mesmo se o motorista for culpado pelo acidente, desde que haja vítimas transportadas ou não pelo veículo automotor.

Para solicitar a indenização preencha o formulário do DPVAT com os dados de sua conta bancária e leve para uma seguradora credenciada junto com documentos necessários.

ATENÇÃO:  Criamos um novo post para que você conheça seus direitos, visite - http://www.dirigindoseguro.com.br/?p=690

Fonte: G1