Posts com a Tag ‘lavar’

Pesquisa revela que mulheres lavam menos os carros que os homens

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Pelo menos na Inglaterra as mulheres lavam menos os carros que os homens. É o que afirma pesquisa realizada pelo site britânico Autoquake com cerca de 1.000 motoristas ingleses.

lavacarroCerca de 56% das mulheres deixam o seu carro por mais de seis meses sem limpeza externa e interna enquanto nos homens o número é de 44%. Entre os que mais prezam pela limpeza, 31% dos homens lavam o carro mensalmente, enquanto 25% das mulheres fazem o mesmo.

Por fim a pesquisa descobriu que 5% das mulheres, e 3% dos homens, nunca limpam o carro. E aqui no Brasil, estes números seriam iguais? Quantas vezes você lava seu carro?!

Fonte: AutoEstrada

Lavar o motor pode causar danos ao mesmo?

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Sim, esta informação é verdadeira, ainda mais hoje em dia que os motoresmotor01 estão inundados de componentes eletrônicos. Mas isto não significa que a lavagem do motor não possa ser realizada, ela apenas deve serem feitas com muitos cuidados e por pessoas que saibam o que estão fazendo.

A água pode danificar e, em alguns casos, até inutilizar diversos componentes eletrônicos instalados. Já ocorreram diversas panes em decorrência da lavagem do motor sem os devidos cuidados.

Fonte: G1

Arrumando o carro atingido por enchente

terça-feira, 3 de março de 2009

Consertar o carro atingido por enchente é possível, mas o preço e o tempo necessários para o serviço dependerão da gravidade dos danos. Uma coisa é certa: se demorar, estraga mais.

Existem três níveis de comprometimento que as enchentes causam:

1-) Atinge até o assoalho apenas. Mais simples, esse reparo requer trocar óleos de câmbio e de diferencial, entre outros. Além da parte mecânica, também será necessário lavar o interior e substituir feltros.

2-) O nível intermediário é caracterizado quando a água atinge o painel e compromete a parte elétrica. Há, ainda, risco de danos ao motor. Se ocorreu calço hidráulico, a retífica é imprescindível. Na cabine, será necessário tirar o painel, lavar bancos e trocar feltros.

3-) Caso o carro seja totalmente coberto pela água, terceiro nível, o comprometimento mecânico e elétrico é mais extenso. O veículo nunca voltará a ser o que era. É possível reparar, mas o carro tem de ser completamente desmontado.

Para a manutenção, os preços são variados:

Em casos mais simples, a mecânica parte de R$ 300. Já a tapeçaria vai de R$ 500 até R$ 2mil. O serviço leva cerca de três dias para ficar pronto;

Se a água chegar ao painel, reparar os módulos eletrônicos pode custar R$ 15 mil. Retificar o motor vai de R$ 3 mil a R$ 8 mil. Nesse caso, refazer a tapeçaria parte de R$ 1.500 e leva dez dias;

Em submersão total, além dos reparos mecânicos acima, tratar a tapeçaria parte de R$ 10 mil e o serviço demora 40 dias.

Em casos de enchente ou queda de postes, cabos elétricos e árvores sobre o veículo, a maioria dos seguros dá direito a indenização.

Qualquer paulistano que teve o veículo avariado por enchente, danificado em virtude de queda de árvores ou mesmo engolido por um buraco, por exemplo, pode acionar a Prefeitura na Justiça e exigir indenização pelos prejuízos.
A Eletropaulo paga os prejuízos causados a proprietários de veículos danificados por queda de postes ou cabos elétricos.

Fonte: Estadão

Lavando o carro, parte II

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Continuando o post de ontem, não podemos esquecer da parte interna do veículo.

Um aspirador portátil contribui para uma boa limpeza, passe ele por todo o carro, não esqueça as dobradiças e as partes internas das portas.

Se o carro tiver tapetes de borracha, tire-os do carro e lave com bucha e sabão.

Evite usar líquidos brilhantes nos tapetes como se fosse “pretinho”, pois acumulam muita poeira.

Produtos com álcool não são recomendável, pois ressecam as peças de plástico. O melhor é um pano limpo e úmido.

Não esqueça dos vidros, passe um pano limpo e macio depois da lavagem. Usando produtos como “limpa vidros” o resultado é melhor ainda.

Uma boa dica que poucos conhecem é passar jornal amassado, além de limpar dá brilho. Se o vidro traseiro tiver desembaçador, não utilize produtos químicos nem esfregue com força para não danificar os filamentos elétricos.

Não é correto usar querosene e óleos na lavagem, mas se o carro tiver resíduos de piche ou asfalto, utilize um pano com querosene e esfregue a área afetada com o piche. Não faça força, e não deixe o querosene secar, logo que a sujeira sair enxágüe bem a área e em seguida passe sabão neutro para retirar os resíduos. Enxágüe novamente.

O motor também requer cuidados, mas não se deve lavar muitas vezes, o ideal é lavar uma vez por ano. Não jogue água quando o motor ainda estiver quente.

Não utilize produtos químicos e derivados de petróleo, pois eles podem corroer peças de borracha do motor e também afetar o sistema elétrico.

Nunca use água sob pressão, pois pode danificar sensores e componentes elétricos e eletrônicos.

Com essas dicas seu carro estará limpo, com um bom aspecto e sem riscos de danificar alguma parte do seu precioso patrimônio.

Lavando o carro

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

 

Para você que adora lavar seu próprio carro, segue algumas dicas e cuidados que se deve ter.

Deixar o carro sempre limpo, não é apenas um cuidado que você tem pelo carro, mas também é a melhor maneira de evitar danos que a sujeira pode desenvolver.

Mas lavar um carro exige alguns cuidados para que a lavagem seja bem sucedida.
Nunca lave o carro sob o sol ou com a carroceria quente, pois o sabão pode secar e manchar a pintura do carro.

Sempre deixe o carro molhado durante a lavagem, mas não exagere, evite o desperdício de água.

Comece a ensaboar a carroceria, e faça por partes, se começar pela frente lave e enxágüe. Depois faça igual com a lateral, depois traseira e assim por diante, sempre lavando de cima para baixo.

O indicado é fazer uma lavagem com xampu especifico para carros, mas se não tiver, use um sabão neutro. Nunca use detergentes domésticos, pois eles contem fórmulas abrasivas e podem provocar manchas ou danificar a camada de verniz da pintura.

Pneus e rodas devem ser limpos com outro pano ou escova. Se a roda tiver pintura especial use uma escova com cerdas macias.

Depois do carro limpo, seque ele com um pano macio que não solte fiapos. A secagem deixa o carro com brilho e evita manchas.

Amanha continuarei o post falando de como limpar o veículo internamente e como lavar o motor.

Fonte: G1