Posts com a Tag ‘nomenclatura’

Como “ler” os pneus?

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Em um post anterior, vimos como manter o pneu sempre em boas condições. Mas para cuidar certinho do pneu, você deve conhecê-lo por completo.

Para isto ensinamos neste artigo, como ler a nomenclatura dele (aquilo que vem escrito do lado).

 

1-) Nome do fabricante.

2-) Logotipo do fabricante

3-) Nome do produto

4-) Características de dimensões e construção:

295 Largura da secção em mm (L)
80 Relação entre altura (H) e largura (L) da secção.
R Indica estrutura radial
22.5 Diâmetro interno do pneu (aro) em polegadas.

5-) Capacidade de carga para montagem em simples ou em duplo, respectivamente, e código de velocidade.

6-) Banda de rodagem ressulcável

7-) Pneu versão sem câmara

8-) Tipo de construção

9-) País de fabricação

10-) Área reservada para gravação do usuário

11-) Símbolo de certificação do INMETRO

12-) Conformidade aos regulamentos DOT (Department of Transportation) dos Estados Unidos.

13-) Construção do pneu e informações sobre carga/pressão conforme regulamentos DOT e ECE.

14-) Conformidade aos regulamentos ECE (Comission Economic for Europe)

Fonte: Pirelli

Potência dos Carros

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Gol mil, Sandero 1.6, Honda fit 1.4, Golf 2.0. Os nomes dos carros sabemos bem o que é, mas o que significa o número que vem depois deles? Eles representam nada mais do que a potência do carro em questão. Um pouco de física:

Potência: É o trabalho realizado pelo motor em um intervalo de tempo. No sistema métrico, a potência é expressa em cavalos-vapor (cv), que equivale a 75 mkgf (metro kilograma força).

Um mkgf, por sua vez, corresponde ao trabalho gasto para se elevar a massa de um quilograma a um metro de altura ao nível do mar.

Um cavalo-vapor também equivale a 0,9863 hp - sigla de horse power, unidade de potência do sistema inglês.Motor

A potência pode ser apresentada então, tanto em cv ou em hp, lembrando que um número em hp vale mais se comparado ao cv. No Brasil a medida utilizada é cv.

A potência é medida em um dinamômetro, equipamento que impõe uma resistência ao motor e mede a quantidade de potência que o motor pode produzir contra ela. Para se conceber a potência é feita uma conta com os dados do motor:

A = Área da cabeça do pistão em cm²;
L = Curso do pistão em cm;
n = Número de cilindros do motor;
x = Número de rotações por cilindro, entre dois cursos de expansão. (Quatro tempos, x = 2);
N = Número de rotações por minuto (rpm);
D = Cilindrada total do motor em cm³;

A cilindrada do motor é o volume de deslocamento do pistão, ou seja, o curso dos pistões e o diâmetro do cilindro durante um ciclo completo de um motor de quatro tempos. Para o cálculo final é multiplicado o número de cilindros.

Uma fábrica de automóveis pode arredondar o número da cilindrada obtida em um dos seus carros para cima e dizer, por exemplo, que um Peugeot 207 1.4, cuja cilindrada é 1360 cm3, tem um motor de 1,4 litro.

Isso significa que a cilindrada, ou deslocamento volumétrico desse motor, é de 1,4 litro. A cada duas rotações completas do virabrequim, os quatro pistões recebem o total de 1,4 litro de volume.

Fonte: G1