Posts com a Tag ‘o que fazer’

Começou a chover granizo, o que eu faço?

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Granizo e neve constituem condições potencialmente adversas para um motorista. Para nossa sorte, por enquanto, não temos neve e raramente enfrentamos uma chuva de granizo. Mas e se ela começar e você tiver no meio da estrada, o que fazer?

Antes de mais nada, o motorista deve ficar mais atento aos perigos, e dirigirgranizo com o máximo de atenção e prudência, ajustando-se às condições encontradas, principalmente com velocidade abaixo da estabelecida.

As razões para essa redução de velocidade são diversas, mas a principal é a redução da visibilidade, considerando que fica difícil ou, muitas vezes impossível divisar outros veículos, pedestres, sinais de trânsito ou qualquer obstáculo na pista. É muito importante que as luzes externas, pneus e parabrisas estejam em perfeitas condições. Se for possível, procure um abrigo e espere passar.

Se não muito cuidado seguindo as recomendações acima.

Cuidado quando um animal invadir a pista

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

batida-cavalo

Muitos podem achar que não é comum acontecer colisões de carros com animais, mas dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF), só nos primeiros quatro meses deste ano foram contabilizados 30 acidentes deste estilo em rodovias do estado do Rio e 195 animais apreendidos na pista.

Confira abaixo as dicas para evitar estes acidentes:

1-) Tente reduzir a velocidade, mas observe antes pelo retrovisor se o carro que vem atrás está a uma distância segura.

2-) Para evitar que o animal se assuste, tente ultrapassá-lo por trás, diminuindo assim a velocidade de reação. Durante a ultrapassagem, feche os vidros, passe lentamente pelo animal em marcha reduzida.

3-) Evite buzinar ou acender o farol alto para não correr o risco de o animal ir contra a direção do carro.

E se a colisão for inevitável:

1-) Evitar pegá-lo de frente para que ele não voe em direção ao capô.

2-) Freie assim que ver o animal e solte o pedal do freio no ato da colisão para que o peso se concentre na parte dianteira do carro, evitando assim que o carro fique desgovernado.

Fonte: G1