Posts com a Tag ‘Peugeot’

Suspensão faz Citroën e Peugeot passarem por recall

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

18-11-2013-1

O Grupo PSA, responsável por Citroën e Peugeot, convocou um grande recall essa semana. O motivo seria a possibilidade de um falha na suspenção. Como o sistema é compartilhado pelas duas montadoras, carros de ambas estão envolvidos.

A Citroën foi mais afetada que os modelos C3, C3 Picasso e Aircross foram envolvidos. Pelo lado da Peugeot, apenas o 208. O problema é na fixação do braço da suspensão dianteira.

No caso do 208, estão envolvidas 775 unidades do modelo com numeração de chassis de EB017919 a EB032339. No caso da Citroën, são 358 carros. No C3, estão envolvidos os chassis de EB528618 a EB533959. Os chassis dos modelos C3 Picasso envolvidos vão de EB529938 a EB535280 e do Aircross, os chassis vão de EB530986 a EB535745.

Como você já sabe, o recall não tem custo adicional algum ao proprietário e deve ser agendado o quanto antes. Para os donos do modelo da Peugeot, informações podem ser obtidas pelo telefone 0800-703-2424. Para Citroën, o número é 0800-011-8088. O site oficial de ambas montadoras também tem informações ao consumidor.

Peugeot aposta em câmbio automático para 308

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

23-10-2013-1

A Peugeot passará a comercializar no Brasil a versão com câmbio automático em seu hacth médio, o 308.

A tentativa da marca é atrair mais clientes apostando no confornto e na confiabilidade de sua transmissão automática de seis marchas na versão Allure 2.0, topo de linha. Até o momento, esse câmbio estava disponível, estranhamente, apenas para o 1.6 THP.

O sistema de transmissão que casa agora com o 2.0 16V flex é feito pela AISIN e já é sucesso de crítica por sua fluência, durabilidade e segurança. Substitui o obsoleto automático de quatro marchas que equipava o carro até então.

A versão, agora mais arisca, garante o fabricante, custará R$ 66.500 e está pronta pra enfrentar os badalados concorrentes Cruze, Focus, Bravo, i30 e Golf.

2008 já dá as caras pelo Brasil

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

30-09-2013-1

A Peugeot vai mesmo entrar para o segmento, cada vez maior e melhor, dos SUVinhos, liderado pela EcoSport, mas que já conta com o Duster e o Tracker na briga. E a aposta da francesa será mesmo o belo 2008.

O modelo terá fabricação brasileira sobre a mesma plataforma do compacto 208. Na Europa, o 2008 já começou a ser comercializado no segundo semestre deste ano, logo depois de ser apresentado em salões internacionais.

Ao que parece, já existem modelos prontos fabricados na fábrica de Porto Real (RJ) e rodam camuflados para testes finais. Talvez o veículo chegue às lojas já em 2014, logo após o Salão do Automóvel de São Paulo.

Por ser compacto (4,15 metros de comprimento), o SUVinho deve aproveitar no Brasil a motorização já conhecida do 208, ou seja, um propulsor de 1,5 litro e outro de 1,6 litro, ambos bicombustíveis e dispensando tanquinho suplementar de gasolina para partida no frio.

Por que o Peugeot 208 fabricado no Brasil é tão importante pra marca?

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

04-02-2013-1

Respondendo na lata: porque o futuro da Peugeot no Brasil, e talvez no mundo, depende do sucesso desse carro.

Vamos explicar. O Brasil é o primeiro país a fabricar o modelo fora da Europa. O hatch pequeno fabricado no interior do Rio de Janeiro irá abastecer o mercado latino-americano da Peugeot (exceto Chile, que importa o carro direto da França, pois o país não tem abusivas taxas de importação).

O carro tem a difícil tarefa de melhorar a situação da empresa no Brasil e na América do Sul. Acontece que, como os europeus comprar cada vez menos carros 0 km, esse mercado tornou-se fundamental para a Peugeot.

Hoje a Peugeot encontra-se em queda vertiginosa no mercado, muito por conta dos quatro desempenhos terríveis de venda da Hoggar (fracasso absoluto), do 207 SW (já fora de linha), do sedã médio 408 (que vende nada menos que sete vezes menos que o líder Toyota Corolla) e do belo, porém invisível nas ruas, 508.

Com o 208, considerado como o “carro da vida da Peugeot”, a empresa pretende crescer entre gananciosos 10% e 15% em 2013. Mas a concorrência é alta.

Mas a concorrência é alta nesse segmento chamado de “compacto Premium”. Além de enfrentar o GM Sonic, o Ford New Fiesta e o sucesso do Fiat Punto, vai ser difícil apresentar opções vantajosas pelo mesmo preço do “primo” Citroën C3 completo. Os preços do novo hacth ainda não foram divulgados.

Vamos ver qual é a manobra da PSA (parceria entre Peugeot e Citroën). Podemos ser surpreendidos em 2013, mas acredito ser uma jogada muito arriscada da Peugeot apostar o “carro da vida” em um dos segmentos mais disputados do mercado. Por outro lado, é um dos poucos segmentos que não tem um líder absoluto e ainda não conta com a tradição na hora da compra.

Peugeot convoca 4º recall em 2010

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

A Peugeot está convocando os veículos 207, na versão hatchback, sedã (Passion) e picape (Hoggar) para recall. Apenas neste ano essa é a quarta vez que o modelo é convocado, com exceção da picape Hoggar que foi convocada pela primeira vez.

A razão do recall é um problema na bomba de direção hidráulica, existindo a possibilidade de o sistema endurecer e, em casos extremos apresentar vazamento do fluido da direção. Por isso, estão envolvidos todos os modelos 207 e Hoggar fabricados em 2010.

Os proprietários dos veículos com os chassis entre AB062690 e BB043495, devem entrar em contato com uma das concessionárias para agendar e verificar o sistema de bomba da direção hidráulica. A empresa ressalta que nem todos os veículos neste intervalo de chassi fazem parte do recall, e disponibilizou o seguinte telefone para maiores informações: 0800-703-2424 e também o site: www.peugeot.com.br


Em 2010, os recalls foram mais freqüentes do que o usual na Peugeot. A primeira convocação foi para problemas na tubulação de alimentação de combustível do sistema de partida a frio, em Abril. No mês de Julho, foi anunciado outro recall devido à deficiência nos terminas de direção, já em Setembro o problema eram os parafusos de fixação do capô. A picape Hoggar, lançada em Abril só entrou para a lista nessa última convocação.

Fonte: Carsale