Posts com a Tag ‘pneu’

Goodyear lança pneu que promete economia de combustível

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

06-02-2013-1

Um novo pneu da marca Goodyear promete algo interessante a todos os condutores: economia de combustível. Principalmente após o reajuste de janeiro, esse pode ser um diferencial na hora da compra.

A nova linha, chamada Efficient Grip SUV, irá equipar SUVs e Pickups e têm medidas 265/65 r17 e 255/60 r18. O lançamento vem acompanhado por duas inovações tecnológicas: a que proporciona menor resistência ao rolamento e, consequentemente, economia de combustível (Fuel Saving); e a que oferece conforto, suavidade e melhor aderência ao rodar (Quiet Tred).

Segundo o fabricante, logo essas inovações irão aparecer na linha para carros de passeios, porém o segmento de SUVs e Pickups grandes é o que mais cresce no Brasil.

Será que funciona de forma sensível o bastante para sentirmos no bolso? Só o tempo poderá dizer.

Nova geração de Pneus: mais ecológicos e baratos.

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

A questão da sustentabilidade ganha cada vez mais espaço no cotidiano e vida das pessoas. A indústria automobilística está de olho nisto e procura desenvolver a cada dia produtos que garantam maior eficiência de uma pneusforma “ecológica”, ou seja, que não agrida o meio-ambiente.

Após a onda de combustíveis sustentáveis e carros híbridos, começa a ganhar notoriedade os chamados “pneus ecológicos”, que garantem mais economia e menos poluição.

A chamada “linha verde” não é constituída de um material revolucionário. A grande diferença é que possuem tecnologia que garante um melhor aproveitamento, tornado-se assim mais eficiente e menos poluente.

Os “ecopneus” proporcionam economia da ordem de 1% de combustível. Pode parecer insignificante, mas representa um pneu novo a cada jogo de pneus que deve ser trocado. Outra vantagem: Por ano, cada veículo emite 50 quilos a menos de CO2, o dióxido de carbono.

Hoje, a Bridgestone e Michelin são empresas que já trabalham com estes novos pneus. Quando for comprar um novo conjunto de “roladores”, fique de olho e, se possível, escolha por um modelo ecológico, você estará ajudando o seu bolso e o meio-ambiente.

Fonte: Estado de São Paulo

Troque o pneu apertando apenas um botão

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Na verdade não é tão simples assim, mas com apenas um botão você consegue levantar um carro de até uma tonelada. Não é mágica, é o Car Jack, um sofisticado macaco hidráulico que ajuda a vida daqueles que tem o azar de ter um pneu furado.

Através da conexão ao acendedor de cigarros, o “macaco” levanta o veículo e em apenas 3 minutos dispensando carjackesforços físicos. Ágil, ele auxilia principalmente as mulheres, que mais visadas e sensíveis, costumam apresentar um pouco mais de dificuldade para solucionar esse tipo de problema.

Outro transtorno que pode ser evitado com o acessório é a sujeira acumulada no ato da troca, que gruda no corpo e roupa, muitas vezes impossibilitando a continuidade de compromissos sérios.

Também é possível ligá-lo utilizando uma extensão e plugá-lo em uma tomada de 12 volts. O melhor de tudo é que não é assim tão caro - se pensarmos na praticidade do produto -, custa “apenas” R$ 399,90.

Fonte: Ralcoh

Calibragem com Nitrogênio

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

A calibragem dos pneus requer alguns cuidados. Para acertar na pressão, o primeiro passo é que eles estejam frios.

Outra dica é que a calibragem seja feita com nitrogênio ao invés de ar comprimido, já que esse gás mantém a pressão constante em todas as temperaturas e por mais tempo, fazendo com que os pneus sofram menos desgaste.

O nitrogênio é um gás inerte, não inflamável, ou seja, ar seco sem oxigênio. Esse gás mantém a pressão do pneu constante em todas as temperaturas e se ocorrer alguma alteração na pressão, ela será bem pequena.

A grande vantagem do nitrogênio em relação ao ar comprimido é que ele não se dilata, o que ocorre bastante com o ar comprimido, uma vez que em sua composição a umidade é elevada, ou seja, quando aquecido ocorre evaporação e em conseqüência perda da pressão.

Já o nitrogênio mantém a calibragem por mais tempo, facilitando a vida do motorista que vai precisar verificar a pressão menos vezes, se comparado ao uso do ar comprimido.

O resultado disso é que o pneu pode sofrer menos desgaste, já que a pressão se manterá dentro dos limites estabelecidos pelo fabricante.

O uso do nitrogênio é muito empregado em competições, em que a performance exige precisão de segundos. Mas vale ressaltar que a manutenção do pneu é que garante sua longevidade, ou seja, mesmo com nitrogênio a inspeção da pressão é necessária, embora em tempos mais espaçados.

É importante efetuar a calibragem dos pneus quando ainda frios, ou seja: o carro deve estar parado há uma hora, no mínimo, ou não ter rodado mais de três quilômetros em velocidade reduzida.

Feito isso, é importante ficar atento quando for necessário corrigir as pressões com os pneus quentes.

Nessas circunstâncias é preciso tomar as seguintes precauções indicadas pela marca Michelin: não desinflar o pneu, aumentar em 4 PSI (0,3 BAR) a pressão recomendada pelo fabricante e respeitar as diferenças de pressões entre eixos. Assim que tiver a oportunidade, verificar as pressões com o pneu frio.

Fonte: G1

Como “ler” os pneus?

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Em um post anterior, vimos como manter o pneu sempre em boas condições. Mas para cuidar certinho do pneu, você deve conhecê-lo por completo.

Para isto ensinamos neste artigo, como ler a nomenclatura dele (aquilo que vem escrito do lado).

 

1-) Nome do fabricante.

2-) Logotipo do fabricante

3-) Nome do produto

4-) Características de dimensões e construção:

295 Largura da secção em mm (L)
80 Relação entre altura (H) e largura (L) da secção.
R Indica estrutura radial
22.5 Diâmetro interno do pneu (aro) em polegadas.

5-) Capacidade de carga para montagem em simples ou em duplo, respectivamente, e código de velocidade.

6-) Banda de rodagem ressulcável

7-) Pneu versão sem câmara

8-) Tipo de construção

9-) País de fabricação

10-) Área reservada para gravação do usuário

11-) Símbolo de certificação do INMETRO

12-) Conformidade aos regulamentos DOT (Department of Transportation) dos Estados Unidos.

13-) Construção do pneu e informações sobre carga/pressão conforme regulamentos DOT e ECE.

14-) Conformidade aos regulamentos ECE (Comission Economic for Europe)

Fonte: Pirelli