Posts com a Tag ‘trânsito’

Celular ainda causa acidente de trânsito

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

31-10-2013-1

Um dos grandes inimigos do motorista é o celular. É impossível viver sem um. Em capitais e cidades grandes, não atender o celular ao volante pode significar até 4 ou 5 horas diárias completamente incomunicável. E aí entra trabalho, família, amigos…

Por outro lado, falar ao celular deliberadamente enquanto dirige é perigoso e causa acidentes. E uma nova moda preocupa ainda mais: tracar SMS ou conversar via WhatsApp enquanto dirige. Aí é grave.

O Instituto de Transportes e Tecnologia da Virgínia, ligado ao NTHSA, um dos principais órgãos de segurança viária dos EUA, afirma que ao enviar uma mensagem de texto, o motorista aumenta em 23 vezes a chance de se envolver em um acidente. Ao fazer uma ligação, a atividade cerebral ligada à direção diminui em 37%.

A melhor saída é sincronizar o celular com o rádio. A grande maioria dos aparelhos de som dos carros atuais tem essa opção, em que o motorista conecta seu telefone com o som via bluetooth. Dessa forma, pelo menos, as duas mãos continuam no volante.

Trocar SMS ou outro tipo de mensagem escrita, só com o carro parado, aí não tem alternativa.

E o trânsito de São Paulo nos próximos anos?

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

14-12-2012-1

Hoje escreveremos sobre o travado e insuportável trânsito de São Paulo, mas o debate funciona para quase todas as capitais brasileiras. A metrópole paulistana só será pauta por conta de uma entrevista dada pelo prefeito eleito Fernando Haddad (PT) para o programa Roda-Viva da TV Cultura.

Na ocasião, em meio a perguntas sobre todos os problemas da cidade, o trânsito e o transporte coletivo foram citados.

Haddad fez uma colocação muito sóbria: o cidadão tem direito de ter um carro. Assim ele já mostrou uma posição diante de um “anticarrismo” geral. Mas, ainda muito sensato, o prefeito afirmou que o ideal seria se o transporte privado fosse utilizado apenas para o lazer, deixando o cotidiano nas mãos do transporte público coletivo.

Ideologicamente falando, a colocação é quase perfeita. Desde que haja um transporte público coletivo para isso.

Se pensarmos na Europa, a coisa funciona bem: ter um carro é desnecessário e até inútil em algumas cidades grandes, pois a malha ferroviária do continente permite o uso de trens tanto no cotidiano quanto para viagens internacionais. Algumas cidades planas, a bicicleta ainda substitui o carro e é alternativa para o trem.

Nos EUA funciona diferente, pois muito se deve ao histórico culto urbanístico do país, que coloca o carro como uma espécie de objeto de poder. Ainda assim, o comércio estadunidense é afastado (no geral) das grandes aglomerações.

O senão da análise de Haddad está justamente na insuficiência do transporte público paulistano (tanto na esfera estatal quanto municipal, esta sendo um pouco melhor que aquela) e na cultura herdada dos EUA em relação ao automóvel.

Seria perfeito, sem dúvida, se o transporte coletivo sanasse as necessidades população, tanto para o cotidiano quanto para o lazer. Mas isso ainda não passa de um sonho distante e difícil de acreditar.

Seria completamente injusto coibir o uso do automóvel – para qualquer fim – de um cidadão. Mas é ainda pior não existir alternativas viáveis, baratas e seguras no transporte público. Por enquanto, os cidadãos continuarão perdendo inúmeras e preciosas horas de suas vidas vendo a lanterna traseira de outro automóvel. O trabalho do próximo prefeito é complicadíssimo caso ele realmente queira que o uso do transporte público seja atraente.

São Paulo tem o 6º trânsito mais irritante do planeta

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Irritante, chato, cansativo, perigoso, enfim… se fossemos aqui adjetivar tudo que o trânsito de São Paulo é poderíamos achar diversas palavras. Mas tudo nesta vida temos também que olhar o lado positivo e, vistoTRANS8 desta forma e baseado em uma pesquisa, chegamos a conclusão que ele não é o pior do mundo.

Segundo o resultado da Global Commuter Pain Index (índice global de irritação no transporte), realizado pela IBM o trânsito da capital paulista é apenas o sexto mais irritante do planeta.

A pesquisa foi realizada em 20 cidades de seis continentes e escutou a opinião de 8.192 motoristas, que deram opinaram sobre temas como tempo que gastam para ir de casa ao trabalho e vice-versa, a irritação causada pelo tráfego e o tempo total que passam diariamente dentro de seus carros.

Pequim, Moscou, Cidade do México,  Johanesburgo e Nova Deli encabeçaram o topo do ranking da Global Commuter Pain Index.

Entre as cidades pesquisadas, o melhor trânsito é o de Estocolmo, na Suécia, quase empatada com as colocadas em segundo lugar, Houston, no estado americano do Texas, e Melbourne, na Austrália.

Fonte: AutoEstrada

Operação Semana Santa na Ponte Rio – Niterói

quarta-feira, 31 de março de 2010

Operação Semana Santa na Ponte Rio - NiteróiA CCR Ponte inicia nesta quinta-feira (01/04) a operação especial de atendimento para o final de semana prolongado pelo feriadão da Semana Santa.

A Concessionária estima que 260 mil veículos atravessarão a Ponte Rio-Niterói em direção a Niterói e à Região dospontern Lagos até o domingo (04/04).

Previsão de fluxo de veículos na Ponte Rio - Niterói para o feriadão da Semana Santa (somente no sentido Niterói / Região dos Lagos).

Quinta-feira (01/04): 91 mil veículos
Sexta-feira (02/04): 65 mil veículos
Sábado (03/04): 55 mil veículos
Domingo (04/04): 49 mil veículos

Para não causar impacto no fluxo de veículos, a Concessionária seguirá uma programação especial de serviços de manutenção nas pistas que contará com:

1-) Serviço SOS Usuário Médico e Mecânico baseados em pontos estratégicos da Ponte.

2-) Aumento no efetivo da Polícia Rodoviária Federal

3-) Monitoramento pelas câmeras de segurança

4-) No domingo, em comemoração à Páscoa, serão distribuídos pirulitos de chocolate para as crianças que passarem pela praça de pedágio da Ponte Rio-Niterói

Para informações sobre o tráfego, o usuário pode ligar para o Disque CCR Ponte 24h (21-2620-9333).

Fonte: CCR

Desculpas mais usadas para fugir de multas de trânsito

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Ninguém gosta de levar multas, não é mesmo? Subornar é crime, mas nada impede que o condutor tente dar uma desculpinha - por mais esfarrapadafoto-multas-de-transito-11 que seja - para tentar fugir da infração sem corromper o guarda de trânsito com dinheiro ou outras atitudes erradas.

Confira quais são as desculpas mais usadas para fugir de multas de trânsito:

Quando é pego no celular: “Eu não cheguei nem a falar direito no telefone. Acho que questão de segundos, eu não posso falar agora e desliguei”

Carteira vencida: “Eu paguei a licença, mas eu não fiz a escolinha por falta de tempo”.

Estacionar em local proibido: “Eu fiquei aqui apenas cinco minutinhos” e “A culpa é do governo que não faz estacionamento para a gente parar”.

Reclamação com o guarda: “O senhor devia estar correndo atrás de bandido ao invés de ficar multando pessoas trabalhadoras” e “O governo só quer tirar dinheiro do povo com essa indústria de multas”.

Clássica das mulheres quando estão sem carteira: “Eu esqueci, eu troquei de bolsa”.

Fonte: G1