Posts com a Tag ‘venda’

Leilão do Detran nos dias 29, 30 e 1º

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

O Detran do Rio de Janeiro está realizando mais um leilão, vale a pena conferir.

Seguem informações retiradas do próprio site dos leilões, e seu link:

http://superleilaoweb.com.br/detran/

“Vale lembrar que todos os veículos foram apreendidos pelo Detran há mais de 90 dias, prazo legal para que seus proprietários fossem buscá-los, depois de pagarem os impostos, taxas e multas pendentes. Ao arrematar um veículo no leilão, o novo proprietário não herda as dívidas referentes ao proprietário anterior. Se o valor do arremate for suficiente para pagar o IPVA, as multas, o serviço de reboque e as estadias do depósito, o saldo restante será entregue ao antigo proprietário. Mas se, ao contrário, o valor do arremate não cobrir todas as despesas, o antigo dono terá o nome incluído na dívida ativa do estado.”

Salão do Automóvel: já começou a venda de ingressos

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Este ano é a vez de acontecer mais uma edição do Salão do Automóvel, evento imperdível para os amansalautotes das quatro rodas.

É a chance de acompanhar de perto dos lançamentos das principais montadoras e conferir de perto grandes máquinas importadas.

E a venda do primeiro lote de ingressos, antecipados e com desconto, já começou. Os valores são válidos para qualquer dia e custam R$ 34, 00 para adultos e R$ 22,50 para crianças entre 5 a 12 anos.

Também estão a venda dois kits especiais:

Pacote Fã: Inclui 2 ingressos, camiseta do evento e catálogo oficial.

Pacote VIP: Inclui três ingressos, um estacionamento vip, acesso ao vip lounge, camisa edição especial e catálogo oficial.

O Salão será de 27 de outubro a 7 de novembro no Anhembi. Confira mais detalhes acessando: www.salaodoautomovel.com.br

Fonte: Estado de São Paulo

Denatran desiste de bloquear venda de carro que não realizar recall

sexta-feira, 9 de julho de 2010

O Denatran noticiou e você se informou aqui no DirigindoSeguro, mas agora tudo mudou. O Departamento Nacional de Trânsito desistiu, por falta de base legal, da medida que bloqueava para a venda os veículos que não tivessem recallinterroatendido ao chamado de recall.

Segundo a direção do órgão, para realizar esta medida seria necessário mudar o Código de Trânsito Brasileiro. Mesmo assim, a proposta do Sistema de Monitoramento Online de Recall continua de pé.

Com o cadastro nacional, o Denatran pretende ainda enviar via Correios o aviso de recall aos motoristas.

Fonte: G1

Justiça do Rio libera venda de bebidas alcoólicas em postos de gasolina

quinta-feira, 9 de julho de 2009

“A Prefeitura do Rio demonstra uma tentativa de desonerar-se do dever de adotar medidas públicas sérias e eficazes de fiscalização, educação e implementação de segurança no trânsito”. Foi com esta alegação que a juíza Maria Paula Gouveia Galhardo derrubou a lei que proibia a venda de bebidas alcoólicas em postos de gasolina.drunk

Sem dúvida foi uma vitória para os donos de postos de gasolina do Estado do Rio de Janeiro e uma derrota para a segurança da população. Mas e a opinião de vocês?

Concordam com a juíza? Acham que todos possuem o direito de comprar a bebida e cabe ao governo promover campanhas que expliquem os males que a mistura direção+ álcool pode causar?

Deixe sua opinião nos comentários!

Fonte: UOL

Prorrogação da redução do IPI

terça-feira, 31 de março de 2009

Foi prorrogada por três meses a redução do IPI para veículos automotores.

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, informou que o corte inclui agora um acordo para a manutenção do emprego no setor:

“A indústria automotiva é importante para o país porque é uma cadeia produtora que chega a representar 23% do PIB industrial”, disse Mantega

Agora, até o final de junho os carros de passeio com motores 1.0 estarão isentos de IPI, e aqueles com motor entre 1.0 e 2.0 pagarão 50% do imposto.

A tabela do IPI para automóveis com validade até o final de março é a seguinte: carros de até 1.000 cilindradas terão alíquota reduzida de 7% para zero.

Carros acima de 1.000 até 2.000 cilindradas movidos à gasolina terão IPI reduzido de 13% para 6% e movidos a álcool ou flex, de 11% para 5,5%.

Carros acima de 2.000 cilindradas terão IPI mantido em 25% para os à gasolina e em 18% para os a álcool e flex.

Picapes de até 1.000 cilindradas terão redução do IPI de 8% para 1%; e de 1.000 até 2.000 cilindradas terão redução geral de 8% para 4% no IPI.

Uma medida adicional do pacote anunciado nesta segunda é a eliminação da Cofins (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social) no preço das motocicletas — a alíquota era de 3%.

Fonte: Reuters